4 de junho de 2015

Como organizo minhas listas de livros, filmes e seriados

;)
Que sou um adorador de livros, filmes e seriados, isso não é novidade para ninguém. Desde sempre (sempre mesmo) fui um leitor assíduo e um cinéfilo declarado. Os seriados entraram na minha vida um pouco mais tarde - porém, não tão tarde assim - e, desde então, nunca mais quis parar de vê-los. Como sei que muitos de vocês amam seriados, livros e filmes assim como eu, falarei um pouco como organizo eles através das minhas queridinhas listas. 

Para os amantes da literatura escrita e dos livros, a rede social para leitores (o skoob) cumpre bem o seu papel. Lá pode-se classificar, dialogar, gerenciar leituras, fazer resenhas, favoritar, etc etc., tudo relacionado aos livros. Tenho um perfil pessoal aqui, me adicionem. Porém, como são muitos livros que quero ler, separo por ano e consequentemente por mês minhas leituras e metas para ler. Faço isso de forma mais organizada e minimalista lá no Listography, minha rede social queridinha para criar listas das mais variadas que você quiser. 

Quem curte seriados, o Banco de séries (meu perfil pessoal aqui), TV show time (perfil pessoal aqui) e o Orangotag (perfil pessoal aqui e do Blog aqui) são ótimos canais para registrá-las. Mas como para os livros, tenho uma lista específica lá no listography para as séries. Já o Filmow é o melhor candidato para registrar os filmes vistos. Lá você pode interagir com outros usuários e ter ótimas informações do filme em questão. Também tenho listas específicas lá no listography para o cinema. Aqui e aqui estão o meu perfil pessoal e o do Blog no filmow, caso queiram adicionar.

Como não faço listas generalizadas, tenho uma lista para os livros lidos em 2015, outra para os filmes (lazer e blog) vistos em 2015, uma lista para os filmes vistos em 2015 relacionados exclusivamente ao vestibular e uma bela lista com todas as temporadas que tenho que ver por mês até 2015 acabar. 

Na lista de livros, coloquei os livros da minha estante que já estavam cobertos de poeira e eu sempre quis ler mas "nunca tive tempo". Esse ano termino-os. Para os filmes a lista cresce absurdamente, pois vejo um filme por dia na maioria das vezes. Como um filme geralmente te entre uma ou duas horas, consigo conciliar isso de forma bem firme, as vezes ao longo do dia. Tem vezes que desde cedo vou assistindo o filme, quando chega ao final do dia tenho-o finalizado. Para mim não perde o sentido. Para os seriados, assisto algum episódio da série por dia, que dura em média 40, 42 minutos. Nesse ritmo acabo fazendo maratonas de seriados e em algumas semanas já tenho visto bastantes episódios. 

Tem dias que não tenho a mínima condição mental, psicológica ou de vontade mesmo para assistir alguma coisa. Nesses momentos, me viro e vou dormir. Tento não acumular, mas não forço a barra, pois ao invés de ser prazeroso, faço por obrigação e isto não permito. E assim vou levando e organizando.

Quem quiser me seguir lá no Listography, aqui está o meu perfil pessoal. É bom seguir porque toda nova lista que eu criar vocês poderão acompanhar. Quem curte é uma delícia essa troca de listas. Dá uma inspiração danada ver outras listas. 

No mais, esta é minha forma (bem simples) de organizar minhas listas de seriados, livros e filmes. Mantenho tudo bem certinho, pois muito do que eu leio e assisto serve de conteúdo para alimentar o Blog. Tenho o maior cuidado de não me perder ou ver algo que não vá aparecer aqui do jeito que quero devido às inúmeras mídias e assuntos espalhados por ai continuamente. 

Fico aqui com a dúvida: como vocês organizam suas listas de filmes, livros e seriados que vêm ou querem ver diariamente? Tem um prazo para cumprir metas e quantidades? Como vocês separam seus horários? Vamos falar sobre isso, abraços!
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.