28 de junho de 2015

Tumblr: uma magia {quase} esquecida.

 

O que dizer do Tumblr que uso há anos e gosto "pakas"? É assim que me sinto, sem muitas palavras para me expressar. Ainda assim, quero conversar um pouco com vocês sobre essa plataforma de blog que há muito tempo ficou conhecidíssima como uma das melhores redes sociais do momento. Uma magia - quase - esquecida.

Tenho meu Tumblr há alguns anos e o que pude perceber desde um tempo para cá é que: o tumblr não é mais a modinha que costumava ser há no mínimo dois anos atrás.  Muitos nem sabem como se pronuncia para começo de história e isso pode ser engraçado - ou não, dependendo do seu humor ou o nível que você gosta do tumblr. 
Quando comecei a blogar no Tumblr, conhecia pouco, mas por indicação da minha prima (que já conhecia há um bom tempo) fiquei fascinado pela magia que tinha ali e fiz uma conta para mim, entretanto, tinha a ideia de que o tumblr era um lugar de sentimentos, de amor, de humor, de palavras sinceras e sei que é. Mas muitos não pensam dessa maneira. Acha lindo seguir para ser seguido de volta (uma pena), fazer troca de links, ofender outros blogueiros de forma anônima pela ask (é tão comum e é uma atitude lamentável), enfim, aos poucos – pelo menos para mim – o Tumblr perdeu muito sua magia, talvez pela popularização que tomou? Ou talvez seja porque tumblr famoso virou sinônimo de perfeição?, talvez.

Sou do tempo em que o sistema de seguidores independia de números. Eu e muitos amigos seguíamos outros tumblr's - literalmente - pelo seu conteúdo e drama barato. Isso era lindo na época, e é ainda hoje para poucos. Esse é o problema, para poucos. Tem muitos usuários, mas nem todos sentem a magia que é o tumblr. É uma pena. =(

Para quem quiser visitar meu Tumblr pessoal, o Cristais de Fogo, basta clicar aqui. Se me seguirem, sigo de volta. Mas só siga se gostar do conteúdo, se se identificar com os posts e as palavras. Espero que entendam minhas palavras. Se quiserem sigam também o tumbr do Blog Viajante das Letras, clique aqui. Ainda gosto do Tumblr, mas queria que a paz, o amor e a sinceridade que ele sempre teve, fosse mais explícita como antigamente. Muitos valores se perderam no passar do tempo e isso é de cortar o coração. Uma página tão linda que aos poucos está perdendo o seu brilho natural. Que cada novo usuário tenha em mente que ali é um lugar de sinceridade. De ser verdadeiro e que não tem sentido em ser outra coisa... beijos de luz nesse domingo abençoado!
Ps: escrevam nos comentários seu tumblr, vou adorar conhecer.

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.