13 de junho de 2015

Utilizando a internet como forte ferramenta nos estudos

http://www.hispotion.com/inspiration-friday-18-9786

Há alguns anos atrás não tínhamos o compartilhamento vasto do conhecimento como temos hoje, isso é óbvio. A evolução da internet em todos os seus termos é muito surpreendente. Para o estudante aplicado, as bibliotecas eram pontos de refúgio e o local de adquirir conhecimento. Não que não existissem outras fontes, porém livros eram caros e as informações mais retidas em locais mais escassos.

Hoje em dia, parece que quanto mais se dá em termos de informação, mais há gente desinformada. Seria preguiça de buscar o conhecimento com afinco? Cada um é cada um. Cada um busca o conhecimento que acha necessário. Sobre isso posso dizer que o recomendado nunca será o suficiente para mim. Quero sempre mais, mais e mais. 

Dito isto, quero conversar com vocês sobre a utilização da internet como auxiliadora nos estudos e minhas experiências pessoais com a mesma. Desde que me lembro tive acesso à internet. Onde eu morava havia muitas as chamadas Lan houses, que eram sempre cheias, pagando um real por hora acessada. Em casa tinha um computador, mas eu não usava muito, só quando ia fazer pesquisa para trabalho escolar. 

Esta geração que já cresceu e que está nascendo está usufruindo de um belo espetáculo tecnológico. Pesquisas ao alcance de um clique. Respostas e informações na tela do computador, tablet ou smartphone. O bom da internet é que TUDO, ou pelo menos quase tudo, podemos nela encontrar. Livros, mídias das mais diversas, etc etc etc., tudo o que usamos diariamente. 

Tenho usado muito a internet nos meus estudos. Desde o início tenho estudado muito por videoaulas no YouTube, quando encontro o conteúdo pesquisado. Se não encontro algum conteúdo vou para o Google e aí sim, imediatamente tenho o que procuro. Todas as matérias tenho pesquisado online. Acreditam se eu disser que pouquíssimas vezes nos últimos meses, pouquíssimas vezes MESMO, tenho pego nos livros e estudo por eles? Só tenho estudado pela internet e anoto todas as informações pertinentes para o estudo em meus cadernos. 

Claro que há muito da minha parte e da parte de quem pesquisa. Há assuntos que não vem de mão beijada e as vezes temos que ler muuuito. Leio e escrevo bastante. Vou filtrando e descartando tudo o que não serve para minhas anotações e assim ganho lá na frente em questão de tempo e conteúdo. Vale muito a pena fazer ao menos uma leitura geral e básica para não sair copiando tudo. Nesse caso, ao invés de ganho, gera perda.

A internet é um mundo. É aquela ferramenta poderosa para te livrar de qualquer estreito. Quer aprender um idioma por completo? Fazer um curso sem sair de casa? Aprender a cozinhar? Falar com algum parente em tempo real do outro lado do mundo? Use a internet. Ter familiaridade com ela nos dias de hoje é indispensável. 

Para a vida profissional é o básico, dos básicos dominar algumas ferramentas da web e até como mexer e montar/desmontar um computador. Eu poderia ficar escrevendo sobre inúmeros benefícios que a internet traz para o nosso dia a dia e fora até das telas, mas isto todos nós já sabemos. Só digo que: sou dependente da internet para estudar. Completamente. Nem sempre tenho acesso a livros, nem material, nem financeiramente falando. Mas tenho acesso a um pacote de rede. Isso já é tudo. 

Depois converso com vocês sobre a vista e como ela é afetada com o uso constante no computador, por hoje é só isto. É assim que é minha rotina e familiaridade com a internet. Meus projetos online (como o Blog, por exemplo) também me ajuda a estudar e só vive e é atualizado por causa da rede. Todos os espaços virtuais, sabemos bem. 

E vocês? Como utilizam a internet? Utilizam ela como forte ferramenta nos estudos? A questão de redes sociais, seus benefícios ou malefícios relacionados ao estudo, comento depois com vocês. Vamos falar da relação entre estudos e a rede mundial. Grande abraço!
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

2 comentários:

  1. Eu utilizo a internet para tudo hj em dia, para estudar, para me divertir, para escrever, para ler, para assistir filme e série, até para tirar curiosidades, até do horário do buss ou outras coisinhas bobas, acho que facilita demais nosso dia a dia, ajuda mesmo, e podemos utilizar de ótimas formas, para também tem os dois lados, para o bem e para o mal, claro que tudo que é demais não é legal, ainda temos que cuidar para não virar vicio e tudo o mais! Adorei a postagem! Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/06/resenha-escalada-de-eva-iii-face-face.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje em dia fica até difícil não se render aos benefícios dessa ferramenta maravilhosa, não é? Se preocupando com o excesso (como tudo na vida) não há problemas em salvar a vida por meio dela (da internet), hahaha. Obrigado pelo comentário lindo <3

      Excluir

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.