1 de julho de 2015

Limpeza e zelo geral


Sabemos que uma casa precisa de basicamente cuidados. Seja na limpeza, na estrutura, na aparência. Porém, nem sempre temos "tempo", disposição ou vontade de limpá-la, arrumá-la ou algo parecido. Com a nossa casa pessoal, nosso coração lindamente falando, não pode ser diferente. É sobre as limpezas gerais que quero conversar com vocês hoje.

Começando pela nossa casa, todos temos afazeres a cumprir dia após dia. Confesso a vocês que não sou muito fã de todos os dias sair limpando, arrumando, nem fazendo brilhar cada pedacinho de móvel. Faço uma faxina geral semanal. Funciona bem. Separo um dia na semana em que estou menos atarefado, cumpro no máximo pela parte da manhã tudo o que tenho que fazer naquele dia quando não preciso sair de casa e a partir do horário da tarde meto a mão na massa, ou melhor dizendo, na vassoura e no pano de chão. Me comprometo a terminar a maioria das coisas relacionados à casa até a noite.
Claro que durante a semana vou fazendo o máximo para não deixar a casa parecida que passou um furacão. Ajuda no dia da minha faxina eu não ter feito uma revolução na casa durante a semana. Não tenho nenhuma motivação para sair arrumando a casa, só talvez, ver ela toda arrumada depois de uma boa limpeza. Isso dá gosto de ver.

Não ter muitos móveis hoje em dia é uma boa pedida para quem, assim como eu, não curte muito ficar limpando a casa todos os dias. Aqui onde moro tem muita poeira vinda de construções vizinhas, então é a situação: acabo de limpar, meia hora depois já vejo poeira. Para não me estressar à toa, desencano e limpo tudo depois com mais disposição e vontade. Os cômodos da minha casa não são enormes, o que facilita muito a arrumação também.

No meu quarto, é onde relaxo, cumpro meus prazos e faço do meu escritório particular. A limpeza dele é algo relativamente simples pois se remete apenas a limpar os moveis. Me desfiz de uma guarda-roupa ENORME, de várias portas e um vidro gigantesco de entrada por uma linda e minimalista cômoda. Ela só possui quatro gavetas, o que significa que reduzi boa parte das minhas roupas (e essa foi uma escolha magnífica) para que coubessem as restantes. Não coloco nada em cima desta cômoda pois acho que fica uma visão um pouco amontoada.

Tenho uma cama e dela não me desfiz. Ela não carece de tantas limpezas. Limpo facilmente. E tem a minha mesa embutida na parede. Sim, é com ela que me preocupo mais, afinal, é onde passo boa parte do meu diz produzindo e criando conteúdo. Estudando, desenvolvendo coisas para o Blog e tantas outras coisas relacionadas ao conhecimento. Sempre é um desafio mantê-la limpa apesar de não ter muitas coisas em cima. Estou planejando uma mudança completa no meu quarto. Nas paredes, trocas de janelas, mudanças de algumas coisas a mais. Quando eu começar a fazê-la mostro para vocês.

Limpar as janelas, portas, moveis, eletrodomésticos, o piso e tudo mais na nossa casa é nossa obrigação. Quem gosta de receber pessoas (amigas ou não) numa casa destruída pela bagunça? E sabemos que aquelas visitas mais inesperadas tendem a visitar nossa morada quando ela está menos apresentável. Então? O que vamos fazer a respeito? Comecemos a mudar nossa postura com a limpeza de nossos bens a partir de hoje! Seja um local alugado ou próprio, não importa. Enquanto você viver no local, não tem desculpas para a sujeira.

Nem todos os dias temos disposição para fazer limpezas e mais limpezas, afinal não podemos nos comportar como robôs. Falharíamos um mês depois, talvez antes. Façamos algo pequeno. Devemos começar a arrumar a casa por cinco minutinhos no dia. Que tal? Depois vamos aumentando esse tempo. Daqui a pouco está em 10, 15, 20. Não importa. O que importa é que façamos acontecer. Arrume um pouquinho todos os dias e garanto que em uma semana sentirás a diferença.

Nossa casa física pode até ser fácil arrumar, já a casa emocional não é tão simples assim. Bem, algumas vezes não. Se não tomarmos cuidado, é a casa que mais fica bagunçada e prejudica tudo ao nosso redor. Eliminar péssimos relacionamentos, resolvê-los e apagá-los de nossa vida é o melhor caminho para um sentimentalismo saudável. Não tem meio termo, ou você elimina o que te corrói, ou fica sofrendo pelo restante dos seus dias. É tão comum ver pessoas sofrendo por causa do que o outro disse ou fez, simplesmente porque o ama e "não sabe viver sem ele(a)". Ah, por favor colega. Tome o rumo da tua vida, dê significado ao teu relacionamento para não ter que colocar tua casa emocional à qualquer um.

Conselheiros amorosos muitas vezes tendem a ser cruéis em suas recomendações para lidar com o desespero emocional e quedas envolvendo relacionamento. Mas sabe porquê? Realmente não tem forma mágica. Você vai sofrer se você se submeter a várias coisas que não te agradam. Sabe aquilo de se amar primeiro para poder ser amado e amar à outras pessoas? Nem sempre isso é cumprido. As vezes há muito egoísmo particular e não se pensa nas consequências. Afinal ninguém quer ou deve ficar para baixo, não é? Pode ser que sim. Cada um merece o futuro que traça.

Cada um sabe a delicadeza e a ignorância que o compõe. Não seja indelicado com o seu par, mas também não viva realidades que você suporta conscientemente. Na vida sempre há recomeços. Sempre há conversas e continuações na mudança. Sempre digo que términos não são - algumas vezes - a melhor solução para nada. Mas sadomasoquismo também não é. Faça aquilo que te faz mais alegre que triste. Relacionamentos não são fáceis e temos que ceder muito para fazer dar certo e fazer acontecer, mas não seja boneco de ninguém. Relacionamento é a dois. Converse. E se não deu certo converse de novo. Quantas vezes for preciso até que os dois tomem atitudes para contornar a situação.

Comece a limpeza de forma interna para depois ir para o exterior. Cada um sabe de si e do relacionamento que se submete. Mas a mudança está ai para mudar vidas e é moldada por nossa vontade na maioria das vezes. Depois que limparmos nossa casa pessoal, limpar nosso lar será de certa forma, um prazer real. Ótimo dia para nós e que façamos mudanças importantes em nossa vida nesse dia maravilhoso. Falar é fácil e quando queremos, agir é mais ainda. Pense nisso. Ótima quarta-feira e comecinho de Julho!
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

2 comentários:

  1. Tenho que concordar com uma coisa: realmente o jeito que estamos em nosso interior reflete no nosso exterior, se estou mais triste o ambiente onde vivo é deixado mais largado, quando eu estou bem, parece que fazer faxina e arrumar as coisas fica mais fácil. Emfim, parabéns pelo texto, ficou muito bom.

    aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Flávia! Sua opinião como sempre valiosa. Um ótimo dia <3

      Excluir

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.