30 de agosto de 2015

Uma conversa sobre: o que é tirar boas fotos?


Essa semana eu li comentários interessantes num perfil famoso de fotografia internacional e quis compartilhar com vocês meus pensamentos. Certo usuário comentou: "que foto estranha, provavelmente não sabe o que é tirar uma boa foto". Assim que bati o olho em tal comentário fiquei me perguntando, o que é tirar boas fotos para esta pessoa? Que petulância!

Creio eu que todos nós somos fotógrafos se conseguirmos tirar fotos que agradem, influenciem e sejam bonitas a cada modo de ver pessoal. Certamente um só gosto não tem nada a ver se a foto é boa ou não. O que dirá isto é o tempo, momento e ângulo utilizado que resultou determinada foto. 

A foto que estou falando, na minha humilde opinião, ficou excelente. Creio que este comentário veio de uma pessoa um pouquinho invejosa e que não sabe aplaudir o esforço dos outros, tendo em vista que a foto em questão teve muitos comentários parabenizando e elogiando a ótica observada. 

A necessidade de criticar com maldade é irresistível para algumas pessoas. Deu a entender isto. Já tirei muitas fotos e as divulguei. Fotos muito elogiadas até, mas também atraí muitos invejosos. Digo invejosos não porque a minha foto seja perfeita, de longe, e sim porque o argumento de determinados usuários para classificá-la como horrível era muito infundado. Sabe aquele tipo de gente que nem faz e vive criticando quem faz? Pois é, há em todo lugar e na internet parece surgir de monte. Nem ligo, apenas apago a ofensa.

Quando se trata de uma crítica construtiva, é uma delícia ler e reler para melhorar. Quando não, só tendo muita paciência mesmo. Fico apenas observando o porquê de querer classificar e definir o que é bom isso, bom aquilo. Gente, pelo amor de Deus, o que é bom para mim pode não ser bom para você. Regra básica da boa vizinhança: aprenda a respeitar o trabalho do outro. Isto vai além da vizinhança também!

Quis conversar um pouco com vocês sobre isto aqui porque me senti realmente incomodado com a ousadia daquele usuário em ofender e criticar ao mesmo tempo sem ter nenhum motivo aparente. Pode ter sido pelo prazer de apontar o "defeito" do semelhante achando-se no direito de ser perfeito, né? A vida fora da internet é uma outra realidade, nada é perfeito, ninguém é perfeito. Fotos principalmente. 

Muitas vezes o pré-requisito para uma "boa" foto, é somente o acaso. Do nada pode sair uma foto extremamente divina ao mesmo tempo que pode sair um borrão. Então criticadores ambulantes, menos por gentileza. Cada um faz aquilo que se sente bem e tira boas fotos para si. Ninguém precisa de pessoas que ofendam e critiquem o trabalho de ninguém só pelo simples prazer doentio de ferir alguém. Faça o seu e apoie seu esforçado semelhante. 

Quis apenas ter um pequeno desabafo com vocês aqui sobre isso. Ninguém merece ter gente criticadora em tudo o que postamos, fazemos ou falamos. Cada um que tenha cuidado com o que diz, principalmente neste mundo intitulado de internet. 


Um domingo abençoado e de muita paz, amor e companheirismo. Abraços. <3
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

2 comentários:

  1. Gostei do post! O que é bom para um, pode ser ruim para outro e vice-versa. O que há muito são pessoas que criticam... por criticar, só para desestabilizar os outros. Não devemos dar atenção a eles! Abraço!

    www.amtonline.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isto meu caro Adriano! Quem muito tem tempo para criticar, não tem tempo para fazer. Obrigado pela maravilhosa presença aqui, grande abraço.

      Excluir

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.