7 de outubro de 2015

O que é cultura, afinal?


Ultimamente tenho visto muitos debates a cerca do que é cultura e do que é sociedade devido a muitas opções e gêneros que nossa sociedade tem. São tantos gostos no meio musical, no meio das letras, nas artes no geral e em tantas coisas que as vezes ficamos perdidos em busca de uma definição e o eclético acaba sendo primeira opção que vem à mente. 

Antes de conversar com vocês preciso relembrar a muitos que cultura não é só o que gostamos. Mas afinal, o que é cultura? Vou tentar trazer um esclarecimento mais no meio filosófico. De acordo com o site Significados, um conceito que achei bem interessante de cultura é: "Cultura significa cultivar, e vem do latim colere. Genericamente a cultura é todo aquele complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridos pelo homem não somente em família, como também por fazer parte de uma sociedade como membro dela que é." Isso explica bem, não é?

É um absurdo se dizer que alguém não tem cultura porque não saber ler em nosso idioma, não escuta música clássica, ou não tem um ensino superior em algum curso. O que tem a ver gosto pessoal com cultura? Cultura é aprendizado, é vida vivida, é costumes muitas vezes de sobrevivência. Os índios, por exemplo, não se vestem como nós, não leem o que nós lemos, não escrevem no nosso idioma (e muitas vezes em nenhum), não são "informatizados" nas últimas fofocas do mundo das celebridades, mas possuem uma cultura impossível de arrancar dos mesmos. 

A cultura indígena é vasta e vai além do nosso poderio. Crenças, costumes, tradições, conhecimentos, sua(s) língua(s), etc? São belíssimas. É comum dizer que a população no geral não tem cultura porque escuta muitas vezes um funk, não tem cultura porque segue religião A e B, não tem cultura porque não sabe aportuguesar o irremediável, mas cultura vai além de tudo isto. Cultura é conhecimento de existência e sobrevivência. Muitos não entendem que um ser cultural é um ser que muitas vezes podem não corresponder às expectativas gerais.

A cultura oriental para a ocidental é extremamente diferente. Podemos dizer que porque eles não fazem o mesmo que nós, são seres sem cultura? O negócio é aprender a respeitar e reconhecer que somos diferentes mesmo, que temos gostos diferentes, que temos opiniões diferentes e tudo isto nos torna seres cultos e únicos. Ninguém é desprovido totalmente de algum resquício de cultura. Ninguém é um "sem cultura". Pode ser sem disposição, sem conhecimento em determinada coisa, sem força de vontade, sem muita coisa, mas sem cultura certamente não é. 

Alguns desenvolvem a cultura dentro de si com mais afinidade que outros. Tudo depende das escolhas que fazemos e de suas consequências. Nunca podemos julgar porque cada mente é um universo distinto e impenetrável que só Deus conhece. Vi ontem um trecho da fala de um rapaz a cerca de música no metrô, dizendo que era melhor ter cultura (na música dele, certamente) do que outras coisas poluindo o ambiente sonoramente. Fiquei pensando: será que ele acha que cultura é só o ritmo e som que ele toca? Talvez. 

Reavaliar o que é cultura a todo momento é nosso dever como cidadão que quer se manter informado nesta breve passagem chamada vida. Saber o que se quer, ter gostos semelhantes ou distintos, tudo isto não importa se não soubermos conviver e respeitar as diferenças. Ter cultura, na minha humilde opinião, é antes de tudo ter caráter e respeito para com as pessoas. Ter modo de falar, saber entrar e sair dos lugares que se dispor a entrar. 

A cultura nunca pode ter um olhar extremista, não vai funcionar, porque em tudo na vida estamos fadados a entrar em pequenos e grandes conflitos. É preciso ter cuidado com esta definição do que é cultura. Não existe nenhuma definição cem por cento aceitável, existe o que parece ser certo e isto sempre será debatido. Há cultura em vários segmentos e vertentes. Basta saber analisar cada coisa como ela o é. 

Veja que frase interessante: "Cultura é o conjunto de manifestações artísticas, sociais, linguísticas e comportamentais de um povo ou civilização.". Se for buscar interpretar isto ao pé da letra o post de hoje iria rende, né? Finalizo com esta frase e pergunto para você meu leitor maravilhoso: O que é cultura na sua opinião? 

Uma quarta-feira para lá de abençoada para todos nós, abraço. 
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

20 comentários:

  1. O conceito de cultura é, na verdade, bem relativo.
    As pessoas costumam dizer que quem ouve funk brasileiro, por exemplo, não tem cultura. Mas é claro que isso é uma manifestação de cultura. Mesmo que algumas pessoas não gostem.
    Nosso país é cheio de manifestações diferentes de diversas culturas e essa é nossa cultura.
    Se parar para pensar é uma coisa bem louca! haha
    Curti muito o tema do post de hoje!!

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Rai! Esse tema dá muito o que falar, hahahaha. Obrigado por ter marcado presença aqui, volta logo. <3 Beijos!

      Excluir
  2. Lembro de quando fiz um trabalho sobre isso na faculdade, como a cultura pode ser utilizada na escola!
    É bastante errôneo quando uma pessoa chega e diz que um "fanqueiro e sem cultura" até porque a cultura é parte do que somos, e está ligado a nossa convivência e comunicação em sociedade.


    bjinhos

    http://acidadeliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Camila! É um assunto que vai tão além do que é dito na "boca do povo" que dá arrepios! Que cada dia mais este tema esteja em pauta e não só nos tabloides e trabalhos das nossas amadas faculdades. Que o povo como maioria tenha conhecimento disso e mude um pouco de atitude e de pensamento com relação a isto. Temos muito sempre o que aprender. Grande beijo!

      Excluir
  3. Oiii!!

    Acho que cultura é uma coisa que não dá para explicar com palavras - embora você tenha feito isso - eu acho que cultura é algo que tem relação com a sociedade e com as tribos que vivemos, por isso muita gente não considera algumas coisas como cultura. Mas para mim, tudo é.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há mesmo muita relação com o meio em que vivemos, no caso o que você denominou "tribo", concordo contigo! O aprender é poderoso, devemos estar dispostos a aprender uma coisa nova todos os dias. Volta sempre com mais um lindo comentário. <3

      Excluir
  4. Oi, tudo bem? Adorei seu blog. Parabéns

    Http://www.blogmemories.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Muito bom o texto, sempre vejo pessoas dizendo que funk não é cultura, mas é justamente o contrário. Tudo é questão de gosto, a diversidade é algo extremamente necessário, ninguém é obrigado a gostar, mas é obrigado, sim, a respeitar.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade minha querida Inês! Falaste tudo agora, respeito é fundamental. Obrigado pelo lindo comentário. Grande beijo. <3

      Excluir
  6. Oi, Ewerton! Tudo bem? Adorei o texto! O conceito de cultura é realmente bem amplo, mas eu acho que cultura é qualquer tipo de manifestação, seja ela artística, comportamental ou histórica. Parabéns pelo post! :D

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo Tony! Que ótimo que tu se identificou! hehehe Mais do que certo, obrigado pela válida opinião, abraços!

      Excluir
  7. Oie Everton =)

    Ótimo texto! Acredito que cultura é tem muita relação com o gosto pessoal e o meio onde ela vive. E uma das coisas que mais gosto em nosso país é essa mistura de gêneros, essa nossa diversidade.
    Claro que você não é obrigado a gostar de tudo, mas respeito é essencial para vivermos em sociedade.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela reflexão maravilhosa Ane, concordo em número, gênero e grau contigo. Grande beijo!

      Excluir
  8. Oi, Ewerton, tudo bom?

    Mais uma vez, ótimo post, parabéns!
    Você participa de grupos literários no facebook? Se sim, já deve ter visto as discussões vergonhosas que acontecem neles só porque fulano não aceita o gosto de ciclano.
    O que tem de gente se achando intelectual e condenando os gostou das outras pessoas...
    Se uma pessoa gosta de uma coisa que você considera ruim, isso não significa que ela é menos culta que você!
    Bobeira, né?

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Tamires! É cada situação que olha, desnecessário. Há muito julgamento perverso também. É como eu digo sempre, na internet alguns parecem ser donos da verdade sendo que nada são. Somente são extremistas, infelizmente. Concordo com tudo o que você disse, volta logo, beijão!

      Excluir
  9. Adorei a postagem. É isso mesmo, cultura não é só o que você gosta. É muito mais do que isso. Bate um desespero quando vem o povo pagando de intelectual e menosprezando todas as outras culturas. Mas tentar explicar isso para quem acha que é superior é bem difícil mesmo :(
    Beijoos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Gih! <3 Exatamente, quando alguém não é sucessível a novas criticas e opiniões positivas e de melhoramento pessoal, é quase impossível debater com tal ser humano. O negócio é ignorar e seguir em frente com aquilo que você vê verdade. Respeito é sempre fundamental, tolerância também. Grande beijo!

      Excluir
  10. Olá, tudo bem?
    Cultura ao todo é tudo que possa agregar certo valor ao ser humano. Mas sinceramente, acho que essa palavra na prática vai muito além. Creio que cultura é tudo que temos à nossa volta, o que faz dela boa ou ruim e demais qualidades é a forma como usamos ou sentimos ela. Enfim, cultura é como a arte ao meu ver, algo bem relativo de se falar é mais para ser sentido.

    Adorei demais o texto, até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo ótimo meu amigo!

      Obrigado pela reflexão, concordo em tudo. Que bom que gostaste, abraços.

      Excluir

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.