4 de outubro de 2015

Procrastinação: aprenda a lidar com ela


Não é de hoje que a maioria das pessoas em algum dado momento da vida procrastinam e muitas vezes deixam de fazer aquilo que precisa ser feito. Isto é muito comum e tem sido decisivo na questão de sucesso profissional e pessoal no mundo dito globalizado que vivemos. Quero conversar hoje com vocês um pouco sobre procrastinação e o que de fato ela acarreta em nossas vidas quando nos submetemos a ela. Conversemos.

Lidamos com a procrastinação desde muito cedo e isto não diminui a cobrança para os campos dos estudos, profissionais ou do que merece ter equilíbrio no meio pessoal. A procrastinação é, de forma bem simples, o ato ou o efeito de adiar, demorar, delongar, deixar para fazer depois. Trazendo isto para nossa realidade é quando dizemos a famosa frase: "vou fazer isto amanhã". Isto é complicado, pois muitas vezes adiamos coisas que não devem ser adiadas simplesmente porque não temos clima, nem coragem para fazê-la naquele exato momento. 

Tem pessoas que tem problemas somente em começar algo que deve ser feito, pois depois que começam dão continuidade e executam fielmente o que começaram. O problema é todo começar para estas pessoas, começou vai longe. Já para outras, como já vi muitos casos, o problema não é começar e sim iniciar vários projetos e não terminar nenhum deles. Isto é muito complicado também, porque muitos destes projetos são trabalhados com prazos e muitos deles são adiados e não entregues complicando todas as partes do acordo. 

A procrastinação quando exagerada causa dependência e esta dependência causa consequências muitíssimos desagradáveis. Ninguém quer saber se você procrastinou, o mundo só quer saber de agilidade e resultados favoráveis. Infelizmente não há jeito. Quando vemos que vamos procrastinar devemos nos obrigar a agir, senão esta pausa/parada pode ser fatal. Aí é que entra a questão e a linda palavrinha responsabilidade. Quando a temos, nada nos impede, nada nos atrasa. 

Ser responsável é lidar com seus problemas de forma equilibrada e fazer com maestria aquilo que foi ajustado para ser feito. Não deixe a procrastinação - tema até muito discutido frequentemente hoje em dia - destruir sua carreira ou planos para realização pessoal. Seja feliz, mas não procrastine. Tenha seu lazer, seu descaso, sua pausa. Mas também saiba que quando for para produzir, para trabalhar, para estudar, para fazer qualquer coisa em prol do seu futuro e da sua qualidade de vida, não tem lugar para procrastinação. 

Reflita nesta frase: "Estou muito ocupado fazendo coisas que não preciso para evitar fazer aquilo que preciso fazer de verdade." Deu até uma dor no coração agora, hahahaha. É bem desse jeito. Conhecer-se é fundamental. Se você tem que fazer uma atividade, por exemplo, que demande muita concentração e cuidado, você deve saber qual é o melhor horário para você, em que você vai render mais naquela atividade e fazer direito. 

Não adianta querer fazer tudo ao mesmo tempo e ser multitarefas quando você não consegue concluir o que tem de mais importante para se fazer. Defina uma lista diária de atividades, que custe o que custar, você deve executá-las antes de terminar o dia. Não se estresse ou coloque atividades além do seu limite. Faça tudo com sabedoria e equilíbrio gerando assim tarefas possíveis. Preste atenção. 

Faça horários que você conseguirá cumprir. Isto é muito importante porque na caminhada do dia a dia não podemos estar sempre nos frustrando. Evite chateações com sua própria rotina. A organização é uma importante aliada na luta contra a procrastinação e os maus sentimentos criados pela rotina impossível de ser executada. Tenha consciência de que nada é para sempre e não podemos fazer tudo. As vezes é preciso delegar ao invés de abraçar tal atividade e ficar demorando a entregá-la, ou pior, entregá-la mal feita porque sua atenção não estava voltada exclusivamente para a mesma. 

Ninguém aqui, que eu saiba, dorme amarrado para ter que ser super homem ou super mulher. Ninguém consegue dar conta de tudo, até porque nos dias de hoje, o que chega em nossos gabinetes para que possamos dar um jeito, é em quantidade absurda. O nosso jogo de cintura é louvável até o ponto em que conseguimos dar conta de tudo que chega. Há uma meta, um limite. Quando esse limite é ultrapassado, seja procrastinação ou qualquer outro motivo, o prejuízo é muitas vezes incalculável. 

Prioridade é tudo também. Se você priorizar e saber o que tem para fazer, a procrastinação não terá espaço para se amostrar. Comigo, por exemplo, se eu não fizer uma lista de atividades diariamente que eu tenho que executar naquele dia, fico perdidinho e deixo de fazer muitas coisas importantes. A organização diária - e de modo geral - veio para facilitar nossa vida e com ela veio mais um senso de responsabilidade do que já se tinha. Eu tenho uma noção do que será feito e executo antes de qualquer coisa ou compromisso, aquilo que está escrito na lista. Tem funcionado desta maneira há meses e é assim que estou conseguindo lidar com todos os meus projetos de forma equilibrada, senão eu iria ficar perdido totalmente. 

Algo que tenho aprendido e digo por experiência própria é que, independentemente do que você ornamente, planeje ou pense, você deve unir toda sua organização com a ação. Ou seja, faça! Você pode planejar o que for, mas executar (e o quanto antes de preferência) é primordial. Não tem para onde correr. O único remédio natural contra a procrastinação é o verbo fazer. Se você pensar demais, planejar demais, você vai adiar demais, prestar atenção depois demais. Pensou, organizou, escreveu, execute! Não demore. 

Aprendi muito com isto porque tudo eu planejava demais, isto me norteava e eu sabia com clareza o que eu deveria fazer, é muito bom, entretanto eu procrastinava e deixava para lá, para fazer depois, para fazer daqui a pouco, quando eu via, passava-se o dia e eu não tinha mais saco, nem disposição para fazer aquela atividade, por ter dado prioridade a outra coisas. Coloque na balança o que realmente importa, organize-se e aja!

Finalizo por aqui esta conversa amiga e aprendo juntamente com vocês cada vez mais a cada texto reflexivo que escrevo. Procrastinar é uma coisa muito chato. Te deixa com um ar de culpado e implanta o "poderia ter feito isto", "poderia ter feito aquilo", toda hora na sua mente te deixando oprimido. Vamos derrubar a partir de agora a procrastinação de uma vez por todas da nossa vida! Comece agora, depois de ter lido até aqui este post lindo, a se organizar e executar as tarefas que você se propôs a fazer. Já tenho minha listinha aqui e vocês? Um grande abraço e um domingo fenomenal meus amados.
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

14 comentários:

  1. "Estou muito ocupado fazendo coisas que não preciso para evitar fazer aquilo que preciso fazer de verdade." Essa frase falou muito sobre mim, sou bem assim, principalmente quando tenho que estudar é tipo: não, perai, vou fazer isso primeiro ou até olhar uma mosca voando é mais interessante. Mas concordo com você, sei que isso não vai me trazer nada de bom, por isso tenho me esforçado mais, apesar de que as vezes é simplesmente mais forte que eu.
    Acredito que nossa cultura também é meio culpada pelo modo que somos como o fato deles valorizarem muito essa questão de feriados, tipo, qualquer coisinha é motivo de um feriado o que não ajuda muito nossa sociedade de preguiçosos, apesar disso, acho que as pessoas tem se conscientizado mais :) Gostei muito desse post e como você vivo me organizando em horários e fazendo listas do que tenho que fazer se não, não saio do canto, haha.
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani! HAHAHAHA Pois é minha flor! Nossa cultura é um tanto culpada também, fora nós mesmos. Tudo é motivo para feriado, para relaxar, para dar um "jeitinho brasileiro". É uma tristeza. Alguns já procrastinam somente por acordarem, imagina com pausas, intervalos longos, feriados e toda forma a mais de desculpas? Caso sério. Resulta-se em prazos não cumpridos, reuniões adiadas e diversos problemas tanto na vida profissional como pessoal. Espero que a cada dia a mudança ocorra e haja cada menos procrastinação em nossa sociedade e seus diversos setores. Obrigado pelo lindo e esplendoroso comentário. Volta logo. <3

      Excluir
  2. Oi Ewerton!
    Gostei muito do seu texto, ótima reflexão. Com certeza muitas vezes adiamos coisas por medo da mudança ou por gostarmos da comodidade.
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi minha amada. *.*

      Obrigado pelas lindas palavras e comentário digno! É de refletir e debater sempre. Infelizmente procrastinação está na nossa realidade e no nosso dia a dia. Que possamos mudar nossa postura. Grande beijo.

      Excluir
  3. Oie Ewerton =)

    Eu confesso que tem dias que deixo a procrastinação tomar conta do meu ser rs... mas o meu grande problema é que sou muito inquieta e quero sempre fazer mil coisas ao mesmo tempo. Ai acabo não fazendo nada XDD

    Ótimo texto!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHA, risos. O negócio é fazer cada coisa de uma vez, pelo menos atividades que demandem mais atenção! E finalizar cada uma delas que der início. Isso é importantíssimo. Não acumular projetos em aberto. Estabeleça prioridades minha flor e se obrigue a cumprir o que você determinou, garante que sua alma será lavada. hehehe Grande beijo.

      Excluir
  4. Olá Everton!

    Parabéns por esse artigo! Esse tema está presente muito em nosso dia a dia e muitas vezes nem percebemos isso. Você escreve muito bem!!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigado Ana! Agradeço de coração. Beijão! <3

      Excluir
  5. Olha eu faço isso às vezes, mas aprendi que isso sempre me trás consequências.
    Gostei do texto, achei bem informativo.
    Acho que é algo que temos que aprender a lidar todos os dias.

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sempre más consequências, infelizmente. Com certeza! Todos os dias é uma construção e luta contra a procrastinação. Obrigado pela reflexão, beijos!

      Excluir
  6. Olá, Everton, tudo bem?

    "Estou muito ocupado fazendo coisas que não preciso para evitar fazer aquilo que preciso fazer de verdade."

    Menino, senti a mesma dor que você! hahahaha
    Eu andava muito assim, sabia? Eu estava muito focada em coisas não tão importantes assim, deixando de lado algumas prioridades!
    Na maioria das vezes o que nos faz procrastinar é o prazer que a atividade que recebe nossa atenção nos proporciona.
    Nós temos que saber separar e nos organizar, assim como você falou!
    Adorei seu texto, muito bem escrito e muito útil, parabéns!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tamires, sua linda!

      HAHAHAHA te entendo perfeitamente! Obrigado e que ótimo que informou e esclareceu algumas coisas. Sinto-me privilegiado por ter agradado uma pessoa tão especial. Obrigado!

      Beijos!

      Excluir
  7. Li todo post lindo, hahahaha
    Cara que texto graaaade, mas a linguagem nao me cansou. Tu escreve muito bem!
    Quando o texto é muito grande,,eu proscatino pra depois hahaha e sempre esqueço de ler novamente, mas isso não aconteceu aqui.
    Gostei da sua linguagem, bem descontraída nada cansativa e nem com excessos de palavras sofisticadas. Um simples, tao simples de entender. Hahaha

    Parabéns, amor a primeira vista com o Twitter, segundo o instagran e agora com o blog de vcs. Hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário lindo, Luci! <3 <3 <3

      HAHAHAHAHA ainda bem que não procrastinaste com este texto, hehehe. Twitter do blog é muito amor mesmo, instagram também <3

      Na verdade, sou só eu, o Ewerton que faço o blog, não tenho equipe. XD Obrigado por tanto carinho, grande beijo, volta logo! *-*

      Excluir

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.