16 de outubro de 2015

Uma inspiração sem fim: livros!


Não é de hoje que amo ler, amo falar sobre livros, amo tocá-los, amo cheira-los. Não é de hoje que sou amante das bibliotecas e não há um livro que não me encante. Pode não me agradar a leitura, mas quando o olho, sinto a mesma antiga paixão de sempre. Não posso evitar. Converso hoje com vocês sobre uma inspiração sem fim chamada de: livros! Leio desesperadamente, pois sei que meu tempo, é curto por aqui. Curto para tantas leituras, para tantos saberes, para tantos personagens e vilas criadas.

Como não amar ler? Como não amar o ato leitura? Acredito que ler é um hábito, um querer, um costume, uma afinidade. Tenho esperança naqueles que dizem que não gostam de ler. Sei que o que eles não possuem é paciência e prática. Ambas podem ser trabalhadas com dedicação, dedicação e muita força de vontade. O que mais me agrada nos livros é a doação do saber, a doação compartilhada do conhecimento dada sem pudores. Só com acréscimos e pontos positivos. Não considero nenhuma leitura como perca de tempo. 

Tem como não incentivar a leitura? Meus caros, não dá para viver sem recomendar alguma leitura, para induzir alguém a uma aventura, para não encher o saco de algum parente ou desconhecido falando de personagens que tornamos reais. Simplesmente não dá! E mesmo se fosse proibido eu tentaria, hahaha. ~ sou desses ~

Se eu pudesse - e o dinheiro desse, hahaha - compraria todos os dias milhares de livros. Quem não iria querer? É um sonho! Mesmo sabendo que não os leria em um bom tempo, eu toparia este consumismo somente com os queridinhos livros, me julguem. Que bom leitor e amante das letras e do conhecimento não iria querer? HAHAHAHA. É simples. Quanto mais livros, melhor.

Quando penso que sempre há tantos livros bons por aí, só esperando me revelar seus segredos, fico eufórico e estonteante com a possibilidade de folheá-los. Evito minhas idas às livrarias próximas a mim porque se deixar, passo o dia inteiro olhando os livros, lendo sinopses, discutindo possíveis histórias e gesticulando desfechos próprios. Uma coisa não muito agradável de se ver, rs. 

Quis deixar meus devaneios por aqui relacionado aos livros porque não tenho como não falar sobre eles, escrever sobre eles, viver com eles. São meus companheiros de viagem, minhas obras primas, meus tesouros mais requisitados por mim. Só digo uma coisa neste post curtinho: depois que abri meu primeiro livro e finalizei minha primeira leitura, nunca mais fui o mesmo. Nem poderia. Livros mudaram a minha vida. Obrigado, contadores de universos. 

Livros são inspirações para vocês? Conversemos sobre o assunto. 

Ps: Nos comentários vocês podem pirar. XD
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

8 comentários:

  1. Ola!!!

    Este post certamente foi uma declaração de amor aos livros e todo o universo que o cerca.

    Muito Lindo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ewerton, tudo bem?
    Nossa eu amo ler! Amo viajar por estes belo e maravilhosos universos criados por esses autores lindos!
    Eu sou prova viva que a leitura pode salvar uma vida. Por isso ler para mim é como respirar. Algo forte que preciso muito e sem o qual não vivo e não sou feliz. Simples assim.
    Ótimo texto.
    Abraço
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Declaração linda! Obrigado. Que os livros continuem nos inspirando. Beijos.

      Excluir
  3. Mês que vem é meu aniversário e eu pedi mais um par de olhos pra minha mãe, só pra poder ler mais. E bem que isso poderia ser possível. Não adianta eu pedir mais livros, porque só vou me sentir mais culpada, com tantos livros esperando minha atenção.
    Então, acabou que eu não quero mais nada de aniversário. Sorte da minha mãe, né? hahahaha
    Amei esse texto!
    Acho que eu também não conseguiria viver mais sem ler ou sem recomendar livros. Eles se tornaram parte de quem eu sou e, sem eles eu não seria a mesma.

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Rai! Ler todos os livros da estante para poder adquirir novos, hehehe. Os livros mudaram nossas vidas e continuam a fazer. Que continue sempre assim. <3

      Excluir
  4. Oi Ewerton!
    Haha, LIVROS, SEMPRE SENDO O MELHOR.
    Não sei o que seria de mim sem os meus <3 Eles são meu complementar, minha fuga, porque tem horas que eu só quero mergulhar dentro de um e sumir.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você disse tudo David! "... tem horas que eu só quero mergulhar dentro de um e sumir." Livros: melhores e mais confidentes amigos. Obrigado, grande abraço!

      Excluir

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.