22 de dezembro de 2015

Tempo de leitura: qual é o seu?


Não é de hoje que alguns leitores usam a famosa desculpa do "Estou sem tempo" para atrasar leituras maravilhosas e colocar a culpa no trabalho, no estudo, na vizinha, na viagem, na empregada, nos filhos e nos milhões de outros motivos tudo com o pretexto de "não pude, não deu para ler". 

Com isso surgem questões importantes do tipo: "Quanto tempo de leitura eu tenho?" ou então: "Devo ter uma estimativa diária para ler? Será que posso me organizar para pôr em dia minhas leituras?" Ficam oscilando entre perguntas e possíveis soluções de maneira pouco eficiente e pouco é cumprido ou se chega em um consenso, infelizmente. 

Vim pensando essa semana nesta questão e me dei conta que todo mundo tem seu tempo de leitura. Quer o adie ou não. Não dá para negar: uns leem mais rápido, outros mais devagar, mas há aqueles que não rejeitam uma boa leitura, pode levar o tempo que for para começar ou concluir. Qual é o seu tempo de leitura? Você lê rápido? Depende do ambiente? Depende de quantas páginas tem o livro maravilhoso? Depende da história? Depende do seu momento literário? Ou depende de tudo isto junto? 

Eu, particularmente, duro dois a três dias com um livro. Quando é muito extenso passo no máximo uma semana. Principalmente quando a rotina está apertada. Lembram que alguns dias atrás eu designei duas horas de leitura diárias? Pois é. Pela manhãzinha e pela noite antes de dormir. Tem fluído e tenho adiantado bem minhas leituras, mesmo em reta final de ano. Espero que continue assim por muitos e muitos anos e eu possa aumentar estas horas diárias de leitura. 

Esse ano não estabeleci meta de leitura e nem li muito. Comecei essa ação de no mínimo duas semanas atrás, como expliquei nas mídias sociais do blog. Tenho um novo projeto para 2016 sobre leitura e sei que o mesmo irá exigir muito de mim. Sei que será incrível porque é uma quantidade de leituras bem grande e com a maioria dos livros online ou em formato digital. Estou empolgado! Amo. 

2016 será um ano apertadíssimo para mim, mas o projeto do #Blog não ficará desatualizado, pelo contrário, continuará tendo posts diários. O tempo de leitura não irá reduzir, terei como foco minhas leituras obrigatórias e de parcerias. Logo após as leituras pessoais. Vou dobrar a meta, ops, o tempo de leitura. HAHAHAHAHA. 

Tempo de leitura: qual é o seu? Quando vocês leem? Um lindo abraço e boas leituras. 

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.