10 de janeiro de 2016

Mudanças de hábitos e reflexões


Tudo bem com vocês meus leitores amados e queridos? Venho conversar hoje sobre algumas mudanças que estão acontecendo na minha vida e que são mais para bem do que para mal. Confesso que estou em fase de adaptação e muitas coisas tem sido um pouco trabalhosas, mas, que estou vencendo apesar das dificuldades.

Estou me "convertendo" ao veganismo e, óbvio, estou me tornando vegano. Estou reduzindo o consumo de carne, comendo mais verduras, me adaptando às massas integrais feitas sem ovos e investindo nos grãos e sucos. Para quem não sabe (e eu vou fazer um post sobre o Veganismo mais na frente, anotem!) o Veganismo consiste em não consumir nada de origem animal. De forma bem simples de dizer. 

O vegano não usa ou consome nada que veio de origem animal. Seja na sua alimentação, no seu vestuário, no seu entretenimento, no quesito de cosméticos, nada, nada, nada. Na medida do possível tenta-se boicotar empresas e produtos que fazem testes em animais e contém substâncias de origem animal em sua composição, processo, etc. Os veganos também em sua maioria não apoia empresas que pagam empresas terceirizadas para testar em animais ou que apoiam desfiles e eventos que envolvam peles de animais, etc. 

Dito isto, digo: a pior "reforma" interior e exterior de um futuro vegano é esta fase da alimentação. Caso não haja a pesquisa necessária, muito do que é dito pode prejudicar e fazer com que o recém vegano faça substituições e escolhas erradas nos alimentos. Para mim, falando por experiência própria, a pior parte está sendo mudar a alimentação. Tenho feito isto aos poucos e tem me agradado. Mas a minha dificuldade está em descobrir mais e mais coisas que eu nem sabia que existiam. 

Na parte de cosméticos, entretenimento, vestuário, etc., tem sido BEM mais fácil. Estou mudando os meus hábitos porque quero fazer a diferença no mundo com minhas ações, meu corpo, comigo mesmo. Não adianta somente falar. Tem que fazer também. Nesta onda permanente de veganismo, tenho também aproveitado para reduzir o açúcar (do qual eu já consumo o mascavo e sempre em algum suco, só) e tenho aproveitado para reduzir o sal (em forma de sódio nos alimentos, em frituras, etc.). Meu problema é doces nada saudáveis. Já venho parando, mas hábito é hábito. Leva tempo para tirar mal costume. 

Não tenho problemas com Glúten ou lactose, mas também curto receitas veganas para este público. Uma coisa que aprendi (e fiquei besta no início) é que existem pizzas, lasanhas, doces (bolos, tortas, mousses, etc etc etc.), sushi, calabresa, carne de jaca, vários tipos de leite sem ser o de vaca, vários tipos de queijos, manteigas, gelatinas, etc etc etc., tudo vegano. Nada falta ao vegano. Inclusive, são sabores extraordinários e tudo natural. 

Tem mais mudanças acontecendo, fora toda esta questão do Veganismo (da qual eu vou conversar com vocês num post mais a frente de maneira bem completa), tem a questão dos meus estudos e outros projetos que farei este ano de 2016 e até um que vai até 2018 com data de início e de término. 

Comecei o projeto pessoal chamado #4vezesDe500ML, que consiste em beber dois litros de água diariamente. Comecei outro chamado #UmSucoPorDia, bem famoso já na internet, e que eu só tive a oportunidade de fazer agora. Há outro projeto chamado #BibliaEmUmAno que o nome já diz tudo. Vou começar dia 12 dois projetos: um chamado #SecaMaisEsseTanquinho e #YogaMenteECorpo que consiste em fazer caminhadas cinco vezes por semana e fazer Yoga, se possível, todos os dias num horário fixo (creio que será de manhã). 

Há outro projeto que já está em andamento e é, especialmente para mim, um dos projetos mais importantes que eu já fiz. O projeto #60LivrosNoAno que me dispus a ler 60 livros ou mais neste ano de 2016. Já comecei e sei que tenho que correr contra o tempo para dar conta. Ler 50 já é difícil, imagina mais dez? Quero 100, mas vou ver como vai ser. 

Todos estes projetos serão bem comentados no post de amanhã, dia 10, em que vou explicar direitinho projeto por projeto e como funciona e onde vocês podem acessar de primeira mão aqui no blog e acompanhar. Estou somente me organizando para deixar tudo perfeito ainda este mês. Em Fevereiro (ou bem antes disso, essa semana mesmo) já estará tudo nos conformes e tudo no lugar. 

2016 é O ano da vitória. Vai vir muitas coisas boas ainda, já começou muito bem. Há algumas mudanças na minha mente, em quem eu sou, nos meus projetos, no meu corpo, no meu jeito. Esta rotina é mais online e externa do que interna. Todas as melhores mudanças estão ocorrendo dentro de mim e o que eu guardo eu prefiro não compartilhar. Seja porque talvez eu não vá expressar tudo em sua totalidade, ou as pessoas não iriam entender a complexidade. Apenas guardo para mim, mas garanto que só amor e coisas boas. Tenho aprendido tanto... 

Estou sentindo que 2016 vai chegar para abalar as estruturas, mas daquela forma extraordinária, sabem? Que eu vou dizer: melhor impossível! Sem contar que minha inspiração nos ultimos meses está nas alturas e não baixa de jeito nenhum. Aprendi a olhar o mundo de outra forma, a aproveitar mais tudo o que está ao meu redor e tudo isto fez e faz parte de um processo natural de mim mesmo e inspirado por Deus. Foi uma mudança interna que ocorreu de forma lenta e gradual e que está refletindo o que estou aflorando hoje. 

Tem muita coisa boa vindo por aí, muita luz, alegria, novidades, escrita gostosa, assuntos agradáveis. Tenho para mim que o blog, apesar de já ter mais de seis meses, ainda está somente no começo. Tenho tanta coisa a escrever, tanto a falar, tanto a opinar e respeitar... tanto a ver, tanto a gostar, tanto a ignorar, tanto a me inspirar. As mudanças de hábito estão apenas começando. Estou mostrando o início de uma transformação pessoal. 

Com muita organização e planejamento venho moldando minha qualidade de vida e tem sido uma experiência fora do comum de tão excelente. Tenho marcado minha vida e a vida dos que estão me acompanhando de maneira surpreendente. Espero fazer mais e o quanto antes concluir minha mudança fixa, para então ser bem mais coerente do que já sou hoje. 

Estou escrevendo este post às onze da noite e minha mente está inquieta querendo produzir mais e mais conteúdo. Tenho ideias, rascunho, sem sono, tudo favorável. Mas não vou ultrapassar a linha e entrar pela madrugada. Amanhã logo cedo continuo meu trabalho e responsabilidade aqui com vocês. Isso tudo faz parte da mudança pessoal que estou vivenciando e que só tem a melhorar e intensificar daqui para a frente.

Este post é somente uma maneira de eu organizar um pouco na minha mente a avalanche de mudanças que estou soterrado. Não me incomodo com isso, de maneira alguma, tem sido renovador ver que estou mudando de todos os lados e estou fazendo valer esta mudança para o bem e realização pessoal em todas as áreas da minha vida. A mudança tem sido puxada e tem sido de dentro para fora, mas a recompensa e veracidade será maior e vai superar qualquer distração e/ou dificuldade. 

Nesta semana que vem estarei dando início a mais alguns projetos (como alguns que eu citei logo acima) e aos poucos vou falando para vocês - especialmente nas mídias sociais do blog - alguns acontecimentos e sensações destas mudanças. A semana ficará corrida e cheia de compromissos pessoais, mas sei que vou dar conta de tudo. E do jeito que estou engajado nos últimos acontecimentos fica difícil não me envolver dos pés a cabeça.

Espero que este post tenha esclarecido algumas questões e não confundido mais. Estou no auge da tempestade da mudança, mas prometo que em breve virá a cama bonança. E eu chegarei mais forte e com mais clareza. Com todos os ideais e projetos mais consolidados. Tudo é questão de tempo e de organização. Estou agindo. 

Obrigado por tudo meus amores. Até já. 

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

10 comentários:

  1. Oi! Tudo bem contigo, menino?

    Gente, que incrível! Participará de vários projetos legais, hein? Me interessei por vários, exceto pela questão do veganismo e da Bíblia - o primeiro ponto, porque pelo menos por enquanto não é algo que me causaria prazer como a você, mas seria como uma espécie de tortura; o segundo, por questões complicadas de questionamentos. Um passo de cada vez...

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jeni, tudo ótimo menina!

      Te entendo completamente, hehehe. Caso consigas e tenhas interesse em fazer algum destes projetos, me informa aqui. <3

      Obrigado pela presença, beijos.

      Excluir
  2. Oi Ewerton, tudo bem?
    Uau, de fato, 2016 vai ser um ano de mudanças pra você!
    Parabéns pela coragem de tomar tantas decisões importantes. Mudar os hábitos não é fácil, não à toa muita gente não consegue. Quando se fala em alimentação, então...
    Mas suas mudanças são focadas na sua qualidade de vida, nas suas crenças e dá pra ver sua determinação! Estou na torcida por você. =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscilla! Tudo ótimo amada e contigo?

      2016 vai ser O ANO. Aliás, já está sendo O ano. Nem me fale, são tantos prometendo e nada, porque realmente é complicado e para mudar temos que estar preparados não só materialmente falando, como mentalmente principalmente. Obrigado por acreditar! <3 Já estou executando todos os projetos da lista e levarei assim por um bom tempo, alguns espero, para a vida toda.

      Volta logo, beijo grande.

      Excluir
  3. Espero que consiga alcançar seus objetivos e manter o foco na vida mais saudável. É difícil, mas ninguém ousa falar que impossível né?!
    Amei essa postagem.
    Beijo

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Cami! Que ótimo que a postagem te agradou, hihihi.
      Volta logo, beijão.

      Excluir
  4. Oi, Ewerton, tudo bem?

    Nossa, parabéns pela sua determinação quanto ao veganismo. Confesso que eu não conseguiria, gosto muito de carne, ovo...mas como bem menos hoje em dia. Depois do meu processo de Reeducação alimentar, no qual perdi 27 kilos, passei a me alimentar BEM melhor.
    Eu bebo 2800ml de água por dia. Tenho um copo de 700ml e bebo quatro dele, me policio para beber dois copos antes do almoço e dois copos depois. Também bebo bastante chá...chá verde, chá mate, chá preto, chá de hibisco...hahahaha
    Boa sorte em todos os seus projetos!!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami! Tudo ótimo, coração. E contigo?

      Obrigado.

      Ótimo saber da sua rotina com a água, impressionante! Amo chá, awn. Cidreira, hortelã e mais uns dezenas, hahaha. <3 Já deu tudo certo, volta sempre aqui. Beijão!

      Excluir
  5. Oi Ewerton!
    Fico bem feliz em ler seu post e ver a sua animação para encarar esse forninho chamado 2016 que tá só começando, haha.
    Parabéns pela iniciativa de tornar-se vegano! Admiro muito veganos e vegetarianos, mas confesso que eu mesma não consigo abandonar a carne e o bom e velho leite e derivados, hehe. Mas admiro demais a iniciativa!
    Não sou de seguir projetos ou muitas metas literárias ou fotográficas ou o que for, porque eu sempre acabo deixando de lado KKKK Mas esse ano quero ler pelo menos 25 livros, porque como você deve ter lido no meu blog, ano passado só li 14 :( Quero voltar à média dos anos anteriores. Torça por mim!


    Beijão!
    http://www.winterbird.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jess!

      HAHAHAHA Esse forninho foi o melhor! rs
      Ótimo ler sua sinceridade e é bom que tenham pessoas mais tolerantes como eu e você neste mundo. Jamais vou te criticar por comer carne, não cabe a mim. Não tenho o direito entendes? Pena que quem é causador de conflitos de ambos os lados não quer entender isso. Mais amor, paz, compreensão! Em tudo nesta vida breve.

      Torcendo por você e quero te ver lendo além da meta, hein? Dobrando a meta, UAHAUHAUAHA. Obrigado por ter chegado aqui, beijão!

      Excluir

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.