5 de janeiro de 2016

Preparados para dar tchau a 2015?


E chegou o dia mais esperado pelos concluintes de plantão: o último dia do ano! Mais um ciclo chegou ao fim, vejo desta forma. Muito ficamos inspirados com este clima de fim de ano e começo de outro ano e juramos que vamos mudar tudo radicalmente e começar do zero. Bem, algumas coisas vamos sim começar do zero, outras continuarão elas mesmas mesmo depois do ponteiro bater 00:01 do dia 01 de Janeiro. 

Não espere mudanças radicais, faça as mudanças acontecerem. Muitas dessas mudanças já tiveram início este ano, seja na prática, seja nos seus pensamentos mais íntimos. Nunca começamos nada realmente do nada. Há todo um planejamento, uma vontade, um querer que ao longo do tempo vai se formalizando e se especializando, transformando-se em projeto consolidado. 

Posso dizer que tudo o que eu sou hoje e que serei no próximo ano, daqui a poucas horas, foi e é resultado de todas as viradas e anos anteriores. Assim como você, leitor. Já tiveram a sensação que nada é muito inovador? Sempre é início e término de ciclos? De fases? Sim, estou pronto para dar tchau a 2015 com as duas mãos. Este ano foi maravilhoso e aprendi bastante. Descobri coisas novas e fiz delas minhas prioridades. Não me arrependo, mas algumas prioridades deixarão de ser prioridades. 

Meus planos, escrevendo de maneira mais brusca, estão em focar nos estudos, no blog e em alguns projetos voltados à alimentação saudável e reeducação alimentar. Mais na frente detalho para vocês todo o processo. Muita novidade está chegando. 

2015 foi um ano de muitas novidades e quero manter 2016 assim. Com este brilho. Este post é uma despedida de um ano que passou voando e que marcou a minha vida de várias maneiras que se puder imaginar. Obrigado por estarem aqui acompanhando e continuem marcando presença em 2016, hein? Vai ter post novo todos os dias, como sempre. <3 

Seu 2015 valeu a pena? O meu foi porreta. Não espero nada menos em 2016. Boas festas!

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.