12 de janeiro de 2016

{RESENHA} O Príncipe Gato e a Ampulheta do Tempo - Bento de Luca


Olá queridos amigos e leitores do blog. Espero que vocês estejam magníficos, não espero nada menos. Trago hoje para vocês a resenha de um livro nacional de fantasia de muita excelência e que já quero ler a continuação. Trata-se do livro "O Príncipe gato e a Ampulheta do Tempo". Comecemos


Autor(es): Marcelo Siqueira Silva e Gustavo Costa de Almeida Siqueira, 
sob o pseudômino de “Bento de Luca”.
Páginas: 304
Lançamento: Novembro de 2011

De acordo com a sinopse: "Através de um Buraco de Minhoca — túnel dimensional que interliga dois mundos — localizado no Parque do Trianon, São Paulo, surge um viajante felino movido por uma única e importantíssima missão: a busca por uma lendária ampulheta. Escondida em algum local inóspito da cidade, a relíquia é a única capaz de salvar Marshmallow, terra do Príncipe Gato, que está à beira da destruição. No entanto, parece que ele não foi o único a atravessar o portal. Seres malignos irromperam das barreiras e logo declararam uma caçada voraz, com objetivos mais sombrios... Além de seus perseguidores, o Gato luta contra seu maior inimigo: o Tempo. É preciso encontrar este objeto antes que seja tarde e seu mundo esteja para sempre perdido. Contudo, ele não estará sozinho nesta empreitada e poderá contar com a ajuda de seus fiéis companheiros. Fascinante, angustiante e até mesmo engraçada, a história retrata os mistérios jamais desvendados da cidade paulistana, com um toque de magia e esperança."


Já começo dizendo que: vi todo o livro através das letras. Como assim Ewerton? Me senti vendo um filme, com imagens reais, porém a cada capitulo que ia lendo. Magia incrível e indescritível. Eu A-D-O-R-E-I a história. Tudo. É tão fascinante, fantástico, tudo muito bem construído, cheio de história, repleto de arrogância e felicidade ao mesmo tempo, que se torna impossível não gostar. 

Amei os personagens – Príncipe Gato, Eleanor – o sábio e Hugo – Caçador de Feiticeiros – que sempre lutando contra suas próprias diferenças, adquiriram um laço de amizade muito forte. Ambos não se importavam mais consigo mesmo, só queriam ajudar os amigos. O ratinho Eleanor, muitíssimo inteligente, um personagem bem formado, sabedor de outras línguas (risos), o Hugo, humano, que era até certo ponto rabugento na visão do Príncipe Gato, tomou um lugar de destaque, matando Feiticeiros (que no livro são os piores pesadelos dos habitantes de Marshmallow, são seres obscuros) que tem cabeça em forma de cachorro. E o Príncipe Gato, que era um gato de mais ou menos um metro, super estranho, porém, provavelmente muito charmoso, e até certo ponto bem saliente. hahaha

Em meio a tantas diferenças, agonias e sufoco, eles três precisam achar a Ampulheta do Tempo, pois só ela pode salvar o mundo mágico do Príncipe Gato, Marshmallow. Tudo se passa na cidade, ou no subterrâneo da grande cidade de São Paulo. Em um mundo subterrâneo, abaixo de São Paulo, provavelmente está à cidade de Marshmallow.

A cidade, com a força dos Feiticeiros (que ao todo eram 14, porém um foi morto pelo Caçador de Feiticeiros, Hugo), se torna negra, escura, o dia se torna noite, semáforos amassam, a cidade se torna um caos. Em meio a tantos feitiços, artimanhas e armadilhas, os três moldam uma estratégia de salvação. 

Só há uma chance para resgatarem a Ampulheta do tempo (que ao meso tempo está bem protegida, por uma arvore guardiã). O Hugo, Caçador de Feiticeiros, humano, está com um câncer e a saúde debilitada, mas mesmo assim resolver morrer bravamente pela salvação de seus amigos. E o legal é que os olhos do Príncipe Gato, é verde e castanho, e o do Hugo, também. O único humano que tinha os olhos de duas cores. Achei um detalhe legal.

Eu adorei a ultima frase dele (que não vou colocar aqui, isso mesmo fiquem curiosos). Sério mesmo. Depois que você entende a história, e lê à última frase, o coração despenca. A leitura, muito fácil, disso eu posso garantir, assim que eu comecei a ler, os personagens entraram facilmente na minha mente, texto muito bem editado, a Editora Novo Século está de parabéns, as conversas, enigmas e personagens são muito bem elaborados.

Para quem é fã daquela coisa bem legal, mágica, infanto-juvenil até, ou até mesmo estilo Harry Potter precisa ler esse livro. Os autores nacionais estão com todo o gás e a cada dia escrevendo com mais maestria. Me impressionou.

Mil perdões se eu não consegui escrever direitinho o que eu achei desta obra, porque sinceramente, eu recomendo muito essa leitura. Espero não ter trazido nenhum spoiler e ter revelado a essência de uma obra tão digna.

Confesso que um filme baseado na obra iria encher os nossos olhos de emoção, ação, magia e aventuras. Essa capa é uma das mais lindas capas nacionais na minha opinião e a história também não fica para trás. Achei-a bem original. Alguém aqui já leu este livro? Vamos conversar mais sobre a obra. Obrigado autores, por trazerem obra tão completa. <3

Abraços literários. 
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

12 comentários:

  1. Hey Ewerton!
    Nao acredito!
    Tambem li esse livro! Parece um filme gostoso de assistir mesmo, é muito legal! Vamos ver se os autores estarao na bienal pra comprar o terceiro <33
    a escrita é uma delicia e a história muito boa de ler, realmente <3
    Eu tambem, a Fundamento tá super caprichada com ele :o quero ler, talvez nao veja no cinema rsrsrs
    estava com saudades de vir aqui tambem viu
    Um beijo!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pâm! <3

      Né interessante? Parece um filme de tão visível que se torna as cenas. hahaha
      Obrigado por ter chegado, volta logo, beijão!

      Excluir
  2. Oi, tudo bem? Eu adorei a resenha mais ainda não conhecia esse livro. Deixa eu te perguntar, você já leu Osho? Quero saber a opinião de alguem que ja tenha lido pra eu comprar haha

    http://www.blogmemories.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não Robson! Quero muito ler tudo que tenha dele, rs. Caso eu leia a tempo te digo minha opinião, fico curioso para saber o que se passa na mente daquela figura, rs. Volta sempre, abração!

      Excluir
  3. Oi, Ewerton! Tudo bem? Ainda não conhecia o livro, acredita? Mas adorei conhecê-lo. Me amarro me aventurar numa boa aventura com pitadas de fantasia, então acho que ia amar essa obra! ^^ Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Tony, tudo ótimo graças ao Bom Deus!

      Quando você ler, faz uma resenhaaaaa! Com certeza estarei lá comentando, hehe. \o/
      Obrigado por ter dado um pulinho aqui, abraço grande!

      Excluir
  4. Antigamente tinha certo receio ao escolher algum livro nacional, acho que isso ainda acontece com muita gente. Mas hoje em dia estou ficando animada com os novos títulos nacionais ocupando cada vez mais espaço nas prateleiras. Ainda não conhecia esse, mas me apaixonei pela capa. Sou uma catlover KKKKK Achei a história bem interessante, com certeza vou ficar de olho. Obrigada pela indicação <3

    http://nostalgiacinza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oii!!

    É engraçado quando gostamos tanto de uma estória que a resenha não sai tão certinha.. haha Isso também acontece comigo, fico até sem palavras para descrever direito tudo o que eu achei.
    Não li esse livro e nem conhecia os autores. Mas se eu tiver a oportunidade de ler não vou dispensar! haha

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rai! Nem me fale, parece uma resenha de quem tem dez, onze anos! HAHAHAHA Tamanha foi a empolgação em comentar sobre este livro. Quando a leitura nos arrebata, muda toda nossa perspectiva, rs. Quando ler me diz, beijão! *-*

      Excluir
  6. Gostei da resenha Ewerton. Parece ser um livro bem interessante, apesar de não fazer muito o meu estilo. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.