24 de fevereiro de 2016

Conciliando os estudos com as demais áreas da nossa vida


Os estudos tem consumido minha rotina de forma intensa. Não dá para negar que muito foi ignorado e se desatualizou (inclusive o blog) das demais áreas da minha vida. Sabe quando algumas coisas viram uma bola de neve e você não tem como fugir dela? É atingido e depois que pode se erguer e começar tudo de novo? 

Foi assim nas últimas semanas. Acabei emergido em uma rotina um tanto sufocante e só agora que estou mais acostumado, é que consegui um tempo para me dedicar às demais áreas da minha vida. E é sobre isso que quero conversar com vocês neste post de hoje. Sobre como conciliar os estudos com as demais áreas da nossa vida. Vamos lá? 

Minha rotina tem sido de manhã a noite focar no vestibular. Como estou estudando sozinho, em casa, e para um curso muito concorrido (Medicina), tenho tentado correr atrás do tempo perdido sem extremismo. Consigo estudar muito de boa de manhã a noite fazendo pausas entre os estudos e tendo horário para almoço, jantar, etc. 

Com um bom sistema de revisão e matérias intercaladas, consigo lidar com toda a carga de conteúdos de maneira abrangente. Claro que as vezes tenho um cansaço, o que é normal para uma rotina intensa de estudos, mas nada que atinja minha produtividade ou prejudique o rendimento dos meus estudos. Pelo menos não agora que está recente a maratona. 

Aos poucos vi algumas coisas na minha vida ficando para trás e outros projetos ficando estagnados no tempo. Foi aí que comecei a pensar no que deveria fazer para equilibrar a situação e respirar dentro de tanta intensidade. Foi aí que pensei: tenho que começar nos meus horários livres. Não tem jeito. Tenho que produzir para as outras áreas da minha vida no meu tempo livre. 

Um dos projetos que mais me estavam preocupando, foi o do Blog, deste aqui. Estou atualizando ele aos poucos escrevendo quando posso, porque escrever leva tempo e escrever bem é requisito básico. Tenho visto filmes, lido muito, escrito para o blog, pesquisado de maneira paralela aos estudos e feito muitas coisas nos meus horários livres. 

Com este aperto de horário, aprendi a enxergar e valorizar, os minutinhos do meu dia. São muito preciosos. Tive uma noção de tempo muito maior por ver cada minuto passar de maneira constante e inabalável hora após hora. Aproveitar cada segundo é minha dica para conciliar os estudos com as demais áreas da sua vida. Não é fácil, eu sei. Faculdade/Universidade, cursos, estudos individuais tudo versus nossos outros projetos, é complicado. Mas não é impossível.

Tenho lido e feito muito mais do que quando eu não tinha uma rotina apertada assim. Onde eu perdia a noção do tempo e dispersava demais. Agora mesmo estou escrevendo este post às 06:55 da manhã. Às 07:00 vou começar a estudar e dar um pause no blog e o que for relacionado a ele. Só vou poder voltar a escrever no meu horário de amoço. 

Essa adrenalina silenciosa, me tem feito ficar mais produtivo. Em outras pessoas poderia causar o cansaço, o desânimo, em mil foi uma inspiração a produzir mais, a aproveitar cada segundinho livre. Sou bem mais consciente do que tenho que fazer e do meu planejamento hoje do que a alguns anos atrás. E sou grato por isso. Sou grato por tudo que tenho passado e sei que só vai contribuir para o meu crescimento pessoal como já tem feito. 

Nada é em vão. Toda conquista tem sua luta. Se fosse fácil demais qual seria a razão? Qual seria a graça? Essa é minha conciliação: aproveitando do tempo em cada pedacinho. E sim, não viro a noite acordado querendo "aproveitar". Durmo oito horas por dia como meu organismo necessita. Se eu dormir menos me acabo e não produzo nada. Então aproveito todo meu tempo sem extremismos, mas com muita produtividade, organização, inspiração e motivação.

Mais para frente comento sobre minha rotina de vestibulando sozinho em casa. Esse é assunto para outro post. Tenha equilíbrio. Se está vendo que o estudo está mais te atrapalhando do que ajudando, dê um stop e veja onde sua rotina está sendo prejudicial para você. De nada vale extremismos ou alienações. Estude o quanto você aguentar e seu estudo render. Veja quais são os objetivos, o porquê de você estar estudando tanto. 

Não esqueça de ser feliz, independentemente da rotina que você leva. Com a felicidade no seu coração é muito mais fácil conciliar e ter jogo de cintura nessa luta de estudos X demais áreas da vida. Pense nisso. Realize-se e conquiste todos os sonhos do mundo. Você sempre pode mais. 

E para finalizar, tenho conciliado namoro, vida pessoal, pesquisas, mídias sociais, relacionamentos familiares e tudo mais aproveitando meu tempo livre. Essas pequenas horas do meu dia fazem muita diferença. Tenho feito exercícios físicos e tudo com maestria e sem neuras. Se organizar seu tempo, sem extrapolamentos, dá muito bem. E estudo pra caramba. Todos os dias. Inclusive aos domingos. Faça acontecer. Abraço grande.  

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.