27 de fevereiro de 2016

O cuidado que devemos ter com nosso lixo


Olá queridos. Vamos conversar um pouco no post de hoje - e de maneira bem básica - sobre o cuidado que devemos ter para com o nosso precioso e acumulativo lixo. Precioso porque para alguns, isso é uma fonte de renda e sustento de famílias. 

Como já estamos vindo a perceber, nas últimas décadas, o consumismo cresceu consideravelmente e com isso o acumulo exagerado também. Nosso planeta azul está virando um verdadeiro entulho e corre-se o risco de ficarmos sem nem ter como nos locomover dentro de nossa própria cidade. 

São muitos problemas (especialmente sociais) e órgãos que estão envolvidos nesta questão do lixo. Não quero entrar neste mérito ou falar destes. Meu foco neste post é falar dos cuidados que eu e você devemos ter com nosso lixo e nos inspirar a mudança ainda hoje! No meu condomínio, geralmente, os moradores colocam o lixo todos os dias da semana, exceto no dia de domingo. E sempre no horário da noite. 

As pessoas aqui na minha casa utilizam os sacos plásticos já vindos do mercado. Nas compras habituais. Há sacos menores e mais biodegradáveis no mercado e são eles que comprarei para empacotar tudo direitinho. É minha maneira viável de contribuir para cada vez menos resíduos no planeta. 

Estou vendo como reciclar materiais mais reaproveitáveis como garrafas plásticas, vidro, etc., para melhor aproveitamento desses materiais. Também estou querendo aquelas ecobags para supermercados. Para compras mesmo. Que são enormes e sustentáveis para substituir o uso da sacola plástica no dia a dia. É muito entulho, muita bagunça, muito lixo desnecessário. 

O não consumismo exagerado e desnecessário, a reciclagem, o reaproveitamento de matérias primas, tudo isto contribui para um planeta mais sustentável e melhor recuperado depois de tanto explorarmos ele. Elimine o supérfluo da sua vida. Dê um destino correto ao seu lixo doméstico. 

Procure lojas de sabão e produtos de limpeza, para dar óleo de cozinha que já não é mais utilizável, por exemplo. Eles podem reutilizar a matéria para a fabricação de sabão e outros produtos. Há diversos postos de reciclagem na sua cidade ou na cidade vizinha. Vá nas lojas onde você comprou determinado objeto ou aparelho eletroeletrônico e veja como você pode descartar. 

Se tem ponto de coleta da loja em algum lugar próximo. Não descarte celulares, televisões, geladeiras em lixo comum. Vá em ferro velhos de geladeiras, fogões, etc., e veja como você pode descartar com a pegada mais sustentável possível. O planeta agradece e as futuras gerações também.

É muito comum na nossa correria do dia a dia descartarmos o lixo de qualquer jeito e colocá-lo para a coleta de modo errôneo, inclusive, colocar todo tipo de lixo e de material no mesmo embalo e sacola. Cuidado! Só porque é lixo não vai tudo para o mesmo lugar. Alguns materiais demoram mais tempo, como já estamos carecas de saber, para se decompor em meio natural. Lixões e aterros sanitários nem sempre são as melhores opções de descarte. 

Lixos recicláveis são geralmente responsáveis por 70 a 75% do acúmulo nas grandes cidades. Muito dessa sujeira que vimos na rua diariamente poderia ser evitada com a coleta e reciclagem seletiva. O vidro demora 1 milhão de anos para se decompor na natureza. Latas de alumínio 200 anos. O plástico 450 anos. Absurdo, né? 

Sem contar nos benefícios em que se tem de economizar para a natureza. "Uma tonelada de papel reciclado poupa 22 árvores, 75% de energia elétrica e polui o ar 74% menos do que a produção da mesma quantidade de papel com matéria-prima virgem", diz a bióloga Elen Aquino.  Pois é. Poupe os recursos, selecione os materiais que você utiliza! 

Outro ponto importante é cuidar bem da alimentação com produtos mais viáveis e embalagens mais econômicas. Além de cuidar da sua saúde, você dá menos lixo ao meio, e garante que a maioria das suas embalagens terão bons destinos de reciclagem e aproveitamento. 

No meu bairro há uma coleta todos os dias, menos no dia de domingo. Todos os dias o caminhão do lixo passa e recolhe todo o lixo. Quanto mais organizado e limpo for, melhor. Organizado na maneira que os moradores colocam o lixo, digo. É importantíssimo não deixar bolsas abertas, lixos esparramados, pois alguns animais acabam vindo pelo cheiro rasgar bolsas e espalhar todo o lixo. 

Se o prédio/condomínio, vizinhança fizer uma caixa de depósito, melhor ainda. A mesma é trancada e não corre o risco de ter lixo espalhada em cima de uma calçada. São cuidados mínimos que podem tirar muita dor de cabeça e dar até uma visão mais limpa e sustentável. Fale com os moradores, caso forem unidos e caso você seja um síndico ou não, fale, mobilize, conscientize! Faça a mudança acontecer onde você mora. Quando as pessoas verem os benefícios, elas podem se chegar à causa. 

No mais era isto que eu queria conversar com vocês neste post. Como você lida com seu lixo doméstico? Você tem cuidado para com o seu lixo ou joga tudo no mesmo saco e se livra? Vamos conversar sobre o assunto e se quiseres dar alguma dica sustentável para essa questão do lixo (e que seja economicamente viável principalmente), não se acanhe, pode compartilhar. 

Grande abraço.
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.