7 de março de 2016

Espalhando o verde pela gentileza



A natureza em si é muito gentil. Nos fornece tudo o que precisamos e ainda além disto. Faz não só a nossa espécie viver, mas coabitar com outras milhares de outras espécies. Nos disponibiliza o ar que respiramos, a água que consumimos, a matéria prima que nos alimentamos. Deus a fez com sabedoria e perfeição. Infelizmente nos últimos séculos, o homem tem destruído com grande velocidade, toda esta perfeição. 

Como o homem não está conformado com nada que não esteja debaixo de seus pés (e somos tão limitados e frágeis que dói só de pensar), toda a destruição que vemos na atualidade, é fruto de ganância e esfriamento do amor. Quando se é mais puro, mais inocente, o homem é mais amoroso. Infelizmente alguns perdem o amor nos caminhos tenebrosos que trilham.

Podemos espalhar o verde, a sustentabilidade, o ambientalismo pela gentileza. Pelo amor. Pela compaixão e respeito. Temos que nos posicionar contra os maus tratos de forma geral sim! Levantar a voz quando precisar defender a causa de maneira argumentativa sim! Influir paixão nos ideais sim! Mas antes de tudo devemos ter sabedoria e paciência para lidar com o público que não está comprometido à causa como nós estamos. 

Como dizem: "Gentileza gera sustentabilidade". E eu não poderia concordar mais com esta verdade. Com a gentileza pode vir a cidadania, a compreensão, o discurso, o ato de ouvir. Quantas vezes não paramos para ouvir aquele estranho que nos para na rua falando com gentileza? É natural do ser humano ser afetivo, ser carismático e suscetível a ser sociável (com exceção de algumas pessoas, rs). 

Com a gentileza a gente tem espaço de entrar na vida das pessoas com carinho, cuidado e respeito (tendo em vista que cada um tem sua história, seus pensamentos, achismos e filosofias de vida, e condições/possibilidades financeiras diferentes). Creio que a sustentabilidade deve ser praticada em conjunto. Claro, há cada um fazer sua parte, e assim contribuirmos para um mundo bem melhor para o presente e para as gerações futuras. 

Mas em conjunto sim, porque a união faz a força, transforma realidades. A sustentabilidade deve ser praticada por todos nós se ainda quisermos ver resultados nesta era. Espalhe gentileza. Espalhe o verde. Espalhe os dois no mesmo momento. Você pode se surpreender com a reação das pessoas. Especialmente com você mesmo. Reflita. 

Abraços verdes.

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.