7 de março de 2016

O dia a dia e a meditação



Vim passar neste post rapidinho hoje para comentar sobre o dia a dia e a meditação e o impacto positivo que isto acarretou na minha vida nos últimos dias. A meditação tem me ajudado muito a me concentrar. Nos últimos anos eu desenvolvi um péssimo hábito que foi o de não me concentrar direito nas coisas. O que fazer várias coisas ao mesmo tempo e não focar em nenhuma das atividades na hora. 

Está sendo luta para me concentrar totalmente (não vou mentir para vocês). Tem momentos que me pego divagando e olhando para o nada e tendo que sair do transe e voltar para o que eu estava fazendo. Mas confesso também que melhorou muito minha atenção de modo geral. 

Antes eu passava horas distraído ou tentando fazer mil e uma atividades ao mesmo tempo. Assistia um filme jogando alguma coisa e mexendo no celular, me levantava para cozinhar e escrever no computador ao mesmo tempo, etc. Atividades que me desconcentravam todas as vezes que eu interrompia-as. Isso me oprimia, deixava aquela lacuna chata de lembrete na mente, me pressionando. 

Estou conseguindo deixar isso aos poucos, um pouquinho todo dia, em 80% por causa da meditação diária. Estou acalmando minha mente, acalmando meus impulsos. Antigamente eu vivia num estresse rebatendo tudo, contestando tudo de maneira negativa, me invocando com qualquer contrariamento. Hoje penso mais antes de falar, cometo menos falhas. Enfim. Trago para a minha vida os efeitos da calmaria e da paz interior. 

Estou ficando mais limpo por dentro, as ideias estão vindo mais claramente, tudo está entrando nos eixos num ritmo mais do que aceitável, num ritmo que deve entrar. Sem pressa. Queria conversar com vocês hoje sobre isso para limpar mais ainda meus pensamentos. <3 

Vocês estão fazendo meditação? Já fizeram? Venham contar suas experiências. Até breve.

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.