10 de março de 2016

{RESENHA} The Vampire Diaries | 2° temporada



Gente, vim conversar hoje com vocês, sobre a segunda temporada do seriado The Vampire Diaries (Diários do Vampiro, no Brasil). É um seriado que eu gosto bastante, mesmo que ame encher linguiça com temporadas longas, faz parte. Assisti esta temporada há um tempinho e atualmente estou na última temporada exibida (a sétima até a data deste post). Vamos falar sobre a segunda temporada? 

Antes de tudo quero que você leia a resenha da primeira temporada do seriado de mesmo nome aqui. Dito isto, continuemos. Essa temporada gira em torno basicamente de Katherine (amo de paixão), da volta de Klaus a Mystic Falls como soberania original e alguns problemas e maldições envolvendo os "lobos". O primeiro episódio desta temporada foi ao ar em 09 de Setembro de 2010. 



Alguns nomes do elenco regular: Nina Dobrev, Paul Wesley, Ian Somerhalder, Candice Accola, Kat Graham, Steven R. McQueen, Matt Davis, Zach Roerig, Sara Canning e Michael Trevino.

Alguns nomes do elenco recorrente: Susan Walters, Daniel Gillies, Marguerite MacIntyre, Taylor Kinney, David Anders, Bryton James, Randy J. Goodwin, Michaela McManus, Lauren Cohan, Gino Anthony Pesi, Dawn Olivieri, Joseph Morgan, Lisa Tucker, Tiya Sircar e Trent Ford.

Alguns nomes de atores convidados: Maiara Walsh, Mia Krishner, Anna Enger, Stephen Amell, Bianca Lawson, Malese Jow, Arielle Kebbel, Kayla Ewell, Natashia Williams, Trevor Peterson, Simon Miller, Courtney Ford e Bree Condon.

Esta temporada tem 22 episódios. A sinopse pode conter alguns spoliers, então se quiseres, pule-a. De acordo com a sinopse: 


"Os irmãos Stefan e Damon Salvatore lutaram pelo amor de Elena, mas as coisas ficaram ainda mais complicadas. No final da primeira temporada vivenciamos ao lado deles uma das piores noites de Mystic Falls com a volta da vingativa Katherine, a overdose de Jeremy e o acidente de Tyler, Matt e Caroline. Agora, a presença de Katherine complicará ainda mais o triângulo amoroso, e os moradores de Mystic Falls terão que encarar um perigo novo e ameaçador. Novas amizades e alianças se concretizarão, antigos aliados se tornarão inimigos e vários corações ficarão despedaçados. Stefan e Damon ainda terão que enfrentar um inimigo muito mais forte do que jamais poderiam imaginar. Também o aparecimento do vampiro Original, Klaus, que quer de qualquer jeito a morte de Elena, o sacrifício final que Stefan tem que enfrentar e finalmente o beijo (verdadeiro) e o possível novo romance entre Elena e Damon." Wikipédia. 



Muitas revelações e personagens misteriosos aparecem no início desta temporada. Todos com carão e enigmas misteriosos. Chegam sempre tão marcantes com aquele ar de invencíveis e superiores. Sobrenaturais. Katherine sempre sendo um perigo e um jogo de conquistas para os irmãos Salvatores. Katherine sempre vingativa e pensando só nela mesma. Debochada e saliente. 

Damon sempre fazendo cagadas e querendo agir pelo impulso e raiva do momento. Stefan sempre calmo e agindo pela razão. Me dá vontade de vomitar em ambos os casos. Tem que existir o equilíbrio e os dois não o tem. Damon por razões óbvias, que é seu temperamento, e Stefan pelo seu estado parasita e sempre morno nas situações. 

A família Lockwood tem um pouco de atenção nesta temporada e há pesquisas em torno desta família. É um ramo bem interessante de se assistir, pois envolve uma pequisa histórica, bem em cima daquele misticismo e suposições que todo mundo ama. Bom, pelo menos, a maioria ama. 



Há toda aquela pegada de volta ao tempo e memórias e Katherine traz à tona muitas memórias do triângulo amoroso. Muitas revelações e surpresas para Stefan e Damon. Sempre acabando com a dignidade deles, claro. Não vejo muito foco em Bonnie nesta temporada (que pena). Gosto tanto das bruxas e bruxos da série. Melhores seres sobrenaturais. 

O final desta temporada foi um dos finais mais marcantes para mim, pois termina com um ritual de sacrifício, muito tendo e pesado. Fiquei besta porque eu não esperava certo acontecimento. Não vou contar porque sem dúvidas seria spoiler. Há algo terrível e dramático no final. Assistam e fiquem com o coração aflito comigo. Mais uma vez como eu fiquei. Foi muito tenso. 

Vou parando de escrever por aqui senão vou revelar detalhes sórdidos. Essa temporada foi um palco de desastres e revelações penosas. Literalmente. Recomendo muito para quem é fã do gênero e desta coisa meio adolescentes adultos envolvendo romance e sobrenatural. É. Alguém aqui já assistiu esta segunda temporada? O que acharam? Nos comentários os spoilers são livres. Até amanhã e boas séries. 

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.