24 de junho de 2015

Um São João diferente...

 


 Olá meus queridos! Como vocês estão? Estou aqui para falar rapidinho sobre esse feriado (e o que eu estou fazendo nele) tão esperado aqui no Nordeste. Esse tal de São João. O São João aqui, é comemorado no dia 24 de Junho anualmente e posso dizer, que na véspera dia 23 também. Oficialmente é dia 24, mas as festas começam desde o início do mês. Se vocês quiserem saber um pouco mais, leiam aqui. Bem simples.

Esse ano, eu resolvi ficar em casa nesse feriado. Geralmente eu vou para o interior nessas semanas e fico até o início de Julho. Esse ano como, para mim, as programações dos shows não estavam tão atrativas, resolvi hibernar. Literalmente. Estou a quase uma semana sem colocar o rosto para fora (somente pela janela) e procurando dormir muito, comer muito, assistir muito filme e seriado, e ler muito também. hahaha Como aqui no meu bairro as coisas estão um pouco calmas (pois creio que a maioria das famílias viajaram) está pouco barulho, poucas vozes, poucas pessoas. Só o cheiro de fumaça das inúmeras fogueiras e alguns sons de quadrilha que dão para se ouvir.

Estou praticamente deitado o dia todo. Sim, estou relaxando ao extremo e assistindo todos os episódios que me restam de Orange is the new black, a minha mais nova série queridinha. hahaha E detalhe: estou comendo muita besteira também, confesso que não tenho sido muito saudável. Comendo milho e comidas cheias de sódio, ah e muitos doces para ser feliz também. Volto ao ritmo normal quando acabar esta semana, rs. 

Tenho estado muito nas redes sociais conversando coisas improdutivas e produtivas também, mas nada de tão severo, haha. Confesso que estou adorando essa moleza toda (quem não gosta?) e que ainda vou me afundar muito debaixo dos cobertores nesse feriado como venho fazendo. Só para lembrar esse é um post um pouco mais de descontração e relaxamento, então não estranhe se eu falar um pouco mais de besteira como é de costume, HUEHE. 

Enquanto alguns estão dançando e curtindo aquele forró arretado (que amo) eu estou aqui na minha casinha linda, comendo muito. \o/ E confesso a vocês, que feriado abençoado viu? Acordo a hora que quero (se bem que sempre acordo cinco e pouco da manhã sem despertador, pois é, é de chorar) e como a hora que quero e volto a dormir a hora que quero, e tudo na hora que quero, hahaha. 

Esses dias para melhorar, está frio e chuvoso. Não levo tanto em conta de que chegou o inverno porque nem no inverno aqui chove muito. Mas tem estado tão frio que é mais um motivo para se enrolar dos pés a cabeça. "O inverno chegou." risos. Muita chuva, muito seriado, muita comida do "dia do lixo" toda hora, muita paz e silêncio: como não amar? Vou finalizar esse desabafo/conversa com vocês pois tenho algo muito importante para fazer: voltar a hibernar, hahahaha. Uma ótima quarta-feira queridos <3 #ChegaFeriadão #JáChegou <3
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.