24 de julho de 2015

Colocando no eixo todas as áreas de nossa vida

Fonte: Tumblr
É comum termos muitos deslizes na nossa trajetória aqui neste mundo. É do ser humano ser falho em alguns momentos. Até aí tudo bem. Mas e quando temos a oportunidade de fazer diferente, mudar, trocar, se reinventar e não o fazemos? Adiamos, levamos com a barriga aquilo que poderia ser mudado e trazer uma perspectiva diferente? Medo? Aflição, talvez? Não se sabe bem. Cada um sabe de si e do que se compromete a continuar. 

Um requerimento básico, mas pouco usual para a maioria é a ideia da ação. Agir - muitas vezes - é a chave para abrir qualquer porta. Muitas vezes. É interessante nossa capacidade e oportunidade de se formular a cada novo segundo, a trazer uma nova mudança a qualquer coisa que quisermos. A gente se reinventa quantas vezes puder, basta querer. O querer pode ser muito persistente quando o cultivamos. 

É preciso fazer constantes reavaliações de vida. O que é isso? Pesar na balança e na consciência tudo o que está presente em nossas vidas e o que isto está acarretando a nós mesmos. O que isto está mudando em nós mesmos. Depois de analisarmos a nossa própria vida, temos separados os pontos em que devemos nos dedicar e mudar. Alguns pesos são piores do que outros para retirar, mas talvez não impossíveis. 

Vale a pena pensar: o que está me desanimando? O que estou deixando de fazer porque tal coisa está tomando esta prioridade? E por aí vai. Tome as rédeas do teu corpo, da tua mente, do teu coração e faça o que pode e deve ser feito. Não adianta arrumar desculpas para problemas reais, nem colocar no topo do descontrole os problemas imaginários. 

Há coisas que devemos ser pacientes e longânimos para com elas. Principalmente coisas a médio e longo prazo. Porém, o teu futuro está nas mãos de Deus que te deu capacidade suficiente para moldá-lo e resolvê-lo. É incrível a quantidade de pessoas que vêm suas vidas destruídas e não fazem nada para mudar isso. Colocando a desculpa em qualquer coisa, menos nelas mesmas. 

Sabemos que tem muita coisa que foge do nosso domínio, mas ainda há tantas que podemos fazer. Dar tempo ao tempo as vezes é a melhor maneira. Mas sonhar e realizar também é um meio de vitória. Pense nisso. 

Devemos ter coragem para enfrentar o que for em prol de nossa felicidade, nossos ideais, nossos sonhos por mais surreais que possam parecer. Todos os dias podemos mudar aquilo que está nos desagradando em todos os departamentos da nossa vida. É um relacionamento prejudicial? Livre-se dele da melhor forma possível. 

Se não dá mais certo e só te rende dores de cabeça, procure suas melhoras e tenha cuidado como isso pode afetar não só você, mas também as pessoas ao seu redor. É alguma tarefa que você tem que executar? Coloque-a na lista de prioridade e faça-a ainda hoje! 

São inúmeras ações e situações que você pode resolver ainda hoje, ainda essa semana e que só dependem de você. Coloque no eixo sua vida. Não viva toda uma vida fazendo aquilo que te desagrada ou que você não acredita por A e B. A e B não vive sua vida. Não tem seus compromissos e infelizmente suas contas também não. Não deixe que a preguiça, o desânimo, a improdutividade e o pessimismo do outro interfira na sua vida, no seu comando pessoal. 

Sem desculpas para o dia de hoje. Sem desculpas para nunca mais. Faça hoje o que você tem que fazer, certo(a) do alvo. Execute e faça valer a pena sua vida. Somos preciosos, únicos e especiais. Temos que nos dar conta disto diariamente até para poder encontrar algum sentido na nossa vida passageira. 

De maneira grosseira é isto que quis comentar com vocês hoje. "Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje." Pois é. Fecho o post com esta frase. Abraços motivacionais, quero ver vocês dando uma guinada na própria vida, se renovando e fazendo acontecer!    
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.