25 de agosto de 2015

Agir é necessário!


Tem prazos que extrapolam e não são cumpridos? Tem dado compromisso na agenda lotadíssima, mas chega o dia e resolve adiar porque sempre está indisposto? Ah, já sei... tem que estudar, mas a prioridade é o passarinho que pia na janela, ou a mãe que puxa conversa, ou o amigo puxando conversas mais interessantes naquela rede social maravilhosa? Não se engane, isso é mais comum do que se imagina. Vamos conversar um pouquinho sobre procrastinação e ação necessária!

Quantas vezes a maioria não adia determinada atividade importante simplesmente por estar com preguiça, cansada ou ter achado algo mais "importante" para fazer? Todos os dias, diversas pessoas no mundo, descumprem prazos, se desesperam porque não conseguem cumprir determinada meta estabelecida, ou focam no banal.

Por hora é uma maravilha e muitas vezes até a culpa momentânea desaparece. Mas e quando isto fica rotineiro? Ai, se me permitem a expressão, o caldo entorna. O problema não está em dar uma pequena folga em determinada situação. É dar aquela folguinha em todas as situações. Se você procrastina e olha para sua trajetória e nada criou, modificou, produziu, cumpriu, a impressão não será muito satisfatória não é?

O peso verdadeiro ocorre quando depois de algum tempo você nota que ao invés de ter avançado, regrediu e criou uma trilha decepcionante. Somos regidos muitas vezes pela boa ganância. Não entendeu? Eu explico. Quando estipulamos planos e projetos de curto, médio e longo prazo, isto é só uma bússula que nos direciona e nos relembra do que queremos alcançar daqui a determinado tempo e ano. Mas estes projetos se não subdivididos, não mostra um mapa do tesouro com fases a serem batidas. Pelo contrário, nada explicam como devemos chegar nestas realizações.

Como chegamos nestes projetos estabelecidos é o segredo. O nosso dia a dia é o segredo do avanço e da superação em todas as áreas de nossa vida. Aquilo que escolhemos fazer no nosso dia a dia rege nosso futuro. Isso é o que sabemos. Fazemos nosso próprio destino, confiamos naquele que nos deu o livre arbítrio de escolher nossos próprios caminhos. 

Quando dizem: "Vá em busca, porque isto ou aquilo não cairá do céu" não é simplesmente porque se nós não fizermos, nada veremos. E sim porque nós somos quem fazemos nosso futuro. Há coisas que fogem do nosso controle e servimos a um propósito maior, mas geralmente no nosso cotidiano, nós quem fazemos nossas escolhas. E vá por mim, sempre há uma escolha. 

Agir é necessário. Procrastinação é estado de quem ou não sabe o que quer, ou não tem coragem de pegar aquilo que quer. Vejo de forma simples, meus amados leitores. Se você coloca a culpa em Deus, na sua empresa porque você não cresce profissionalmente, no seu cônjuge porque seu relacionamento vai de mal a pior, nos seus amigos porque - eles - que sumiram, no vizinho porque ele está tomando seu lado da calçada, etc etc etc., e (me perdoem a expressão) não tira a bunda da cadeira e não deixa de procrastinar então fica complicado. 

Precisamos deixar de tentar arrumar cabelo em ovo. De verdade. Devemos ser aquele tipo de macaco que olha para o próprio rabo. Ser aquele tipo de pessoa que reconhece os pontos em que está errando e procurar melhorá-los. Deixar de procrastinar é muitas vezes isso: focar nos problemas com a finalidade de resolvê-los, nunca deixá-los nos engolir.

Confio fielmente no poder da ação. Se o que te impede de procrastinar é simplesmente sua mente, trabalhe nela. Se não tens nenhuma doença física, ou algo que te impeça de superar teus limites todo santo dia, então você tem tudo para o sucesso construído. Não deixe sua mente te atrapalhar enquanto ela deveria estar te ajudando. Nossa mente é mais infinita do que podemos imaginar. Deus nos deu conexões que vão além de muitos computadores juntos. Use esse mistério a teu favor.

Deixe de procrastinar e aja! É fácil assim mesmo meu queridão. Digo a você. Escolha de forma sábia tuas lutas e pode ter certeza que a guerra estará travada. Só resta a bela pergunta: você está disposto a pagar o preço nesta guerra? Molde teu destino, equilibre sua mente. Não ser bitolado com muitas coisas é mais fácil do que parece. A maioria das situações na nossa vida nós quem controlamos e aceitamos suportar. Não aceite aquilo que vive te prejudicando e te feriando por dentro. Tenha o controle sobre si mesmo.

Nem tudo depende de nós, isso é um fato, até porque vivemos em uma sociedade multisocial e que investe em relacionamentos a todo custo. Ninguém vive numa bolha. Mas a questão aqui é outra. É o fato de você procrastinar ou não e não ter o controle sobre sua vida. Reaja sempre respeitando teu limite e dos outros! 

Você já sabe alguma coisa em que você tem conexão? Pessoas podem nos decepcionar, por isso é tão importante ter refúgios seguros. Onde fincamos nossas bases, entendem? Por exemplo. Quando acontece qualquer coisa comigo, seja envolvendo pessoas, ou alguma situação que não me favorece, sempre procuro aquilo que é a minha base e meu porto seguro. Me conecto com a natureza (e isso me molda e me transforma de modo a mudar toda minha perspectiva da situação) ou me conecto a algumas coisas que me elevam. Não me conecto muito a pessoas porque a maioria não entende os problemas de ninguém. Não estou afirmando nenhuma coisa de outro mundo, sabemos disso.

Se conheça. Conhecer a si mesmo e a sua missão é ver o mundo de forma transparente e bem complexa ao mesmo tempo que simples. Devemos agir para não acabar construindo um futuro desgostoso e cheio de "poderia ter feito isso" ou até mesmo "ah, deveria ter me portado desta maneira e ter agido assado". Lembre-se: tome o rumo da tua vida e do teu destino! Construa seu futuro da melhor maneira possível, para que eu e você possamos olhar para trás e dizer: "valeu a pena ter vivido desta maneira e ter escolhido desta maneira". Uma velhice em paz.

Como diz um trecho de um hino da Rose Nascimento, as adversidades são pra lhe provar, medir o grau da fé que existe em você. Então deixe de dar desculpas que puderam se alojar na sua rotina e vá agir! Repito: agir é necessário! Levante sua cabeça e mande a procrastinação para longe com um belo sorriso de satisfação no rosto. 

Espero que este pequeno texto tenha te despertado em algumas questões para tua própria vida, pois para mim está servindo de base. Um dia de ação!
Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.