22 de dezembro de 2015

Reduzir é preciso


Quando penso que nossa sociedade tem freado consideravelmente o consumismo, me deparo com situações absurdas de compras e descontrole financeiro exageradamente inacreditável. Nos últimos dias mesmo, soube de casos em que consumidores descontrolados, estavam comprando fiado em diversas lojas do comércio e reclamando do governo e a tal crise. 

O país se apertou sim, tivemos inúmeras pedaladas fiscais sim, muito de nós foi cobrado para tapar buraco de roubalheira que ainda continua acontecendo por debaixo dos panos, claro que sim, entretanto a crise não é culpada de desordenação e consumismo desnecessário. Tenhamos em mente que cada coisa é uma coisa e cada ação tem sua consequência. 

O papo é muitas vezes chato? Com certeza. Porém, necessário. Quanto mais se fala em reduzir o consumo desnecessário, mais se vê gente extrapolando e prejudicando o planeta, o próximo e ele mesmo, que muitas vezes se perde na própria bagunça. Incrível até onde vai a capacidade humana em acumular tralha que só vai utilizar uma vez e esquecer para empoeirar em algum canto esquecido da casa ou do guarda-roupa. 

Reduzir é preciso! Meu foco com este post é - neste fim de ano - conscientizar qualquer leitor e amigo do blog que esteja, até por inocência, consumismo desenfreadamente. Meu caro, anime-se e aplique a organização na sua vida! Organização E DESAPEGO. Ninguém organiza tralha. Ninguém quer ou precisa de tralha, afinal, quando a usaríamos? É deveras desnecessária. 

Pratique o desapego e limpe sua mente e sua vida pessoal e profissional no geral. Pergunte-se: o que é realmente importante? E foque nisto. Venho trilhando um caminho de perseverança, produtividade e organização através do blog e tudo isto aliado a busca pessoal, sustentabilidade, equilíbrio e realização pessoal. Acha que conquistar isto é fácil? Claro que nunca. De nada adianta se não sair do post ou do papel. Para fazer sentido para mim e para os que estão ao meu redor, tenho que fazer o que dito aqui e assim ser mais verdadeiro do que nunca. 

Neste exato momento estou escrevendo este post para vocês às 17:42 da tarde. Está quase escuro mas estou utilizando o pouco de iluminação natural que ainda tem para não ter que ligar a lâmpada desnecessariamente. E o ventilador nem pensar. Reduza o consumo! Reduza os luxos se estes prejudicam o planeta e sua consciência pessoal. Faça você a sua verdade e busque sempre isto. 

Portanto reduza. produza, descarte, limpe. Organize e me conte o que mudou em sua vida. Um lindo dia e muito (mas muito mesmo) consciente. Precisamos de paz e equilíbrio que só adquirimos dia após dia, pense nisso. Abraços. 

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.