7 de março de 2016

Lidando com a arrumação de cômodas e guarda-roupas à base do Feng Shui



Antes de tudo, se você não sabe o que é Feng Shui, clique aqui e leia este post. <3 Ter o conceito do que é Feng Shui bem esclarecido na mente é ponto chave para partir para a organização na prática. Sabendo disto, vou comentar neste post de hoje para vocês, sobre como aplico minha organização das gavetas da minha cômoda à base do Feng Shui. Vamos lá. 

Quando se trata de arrumação eu foco muito no Minimalismo, no Feng Shui e na Sustentabilidade/Consumismo moderno. Minha cômoda tem que estar em comunhão com estas três "filosofias" para funcionarem bem e para ficarem agradáveis para mim. Sabemos que um guarda-roupa ou cômoda bem arrumada, clean, colorida e iluminada, traz excelentes energias e deixa o ambiente até mais purificado. 

Sentimos na pele que, uma boa organização e Feng Shui equilibrado, reflete e interfere até no nosso humor e auto-estima. quando vemos tralhas e bagunças nosso bom humor despenca e tudo fica cinza. Neurose. Psicose. Não deixe sua boa energia ficar presa no seu ambiente de trabalho, no seu quarto, ou no lugar que você faz suas atividades diárias. Nada mais chato do que se sentir sufocado e com milhares de coisas para fazer e nunca conseguir evoluir. 

Você já reparou se sua mesa de trabalho, se seu guarda-roupa está alinhado com o que você é agora neste momento? Já pensou como estão suas gavetas neste momento? Arrumadas ou bagunçadas. Quem sabe sua produtividade não está sendo afetada indiretamente pela sua bagunça, ou melhor, pela bagunça ao seu redor? Mude seu ambiente, pois esta mudança, vai refletir de forma direta em você. Nosso cérebro precisa de transparência para se concentrar melhor, para fazer suas atividades normalmente num ritmo agradável.

Quando o seu cérebro vê bagunça o que ele pode comandar? Ele interpreta muitas vezes relaxamento. Procrastinação. Sonolência. Um ambiente mais purificado com o Feng Shui faz uma troca de boas energias, motivação e inspiração com você. Tornando-o produtivo ao máximo até nas atividades mais chatas do dia a dia. 

Eu organizo minhas roupas e materiais da cômoda deixando tudo o mais clean possível. Não tem segredo ou mágica da arrumação como muitos pregam por aí. Eu simplesmente faço as peças concordarem entre si em tonalidades e cores e coloco-as agrupadas cada uma com seus pares casados. Todas dentro de suas categorias e gavetas próprias. Ah, e também só tenho o que uso. Tudo o que tenho eu uso. Quando não uso mais dou outro destino, mas nunca deixo acumulando dentro da minha gaveta. A energia fica estagnada. Contrária.

Não guarde materiais ou produtos fora da validade dentro de suas gavetas. Reduza o papel, a tralha, os pequenos objetos, os trecos e peças que você nunca toca, nunca leva para lugar nenhum, quase nunca utiliza. Tenha sempre por perto (e dentro de suas gavetas) o essencial. Aquilo que te auxilia e te completa nas tarefas diárias. Que seja também prático. 

Há muitas dicas de organização, especialmente para as nossas queridinhas gavetas, na internet. Use a tecnologia a seu favor. Use aplicativos no seu celular para organização e controle de peças e centenas de outras possibilidades. Pratique a mudança dentro da sua casa e do seu quarto. Principalmente se for um local que você passa a maior parte do seu dia. Purifique-o. 

Comece arrumando. Essa é minha dica mais valiosa. Comece. Quando você aplicar o Feng Shui nas gavetas, as demais coisas, automaticamente virão. A arrumação feita um pouco todos os dias vira hábito. E hábito é rotina. É sequência. Cultive bons hábitos. Ninguém é qualificado para arrumação se não arrumar. Parece bobo de se escrever isto, né? Mas só teoria não basta, tem que ter prática. 

Depois destas reflexões quero ver você aplicando o Feng Shui e a Organização em conjunto nas suas gavetas, cômodas e guarda-roupas, hein? Não tem desculpa! Levanta e se inspira! Algum de vocês já aplicou o Feng Shui em cômodas, guarda-roupas e na casa em geral? Qual foi sua experiência? Vamos conversar! Abraço grande e purificador. haha

Ewerton Lenildo
Ewerton Lenildo

Garanto tudo, menos dignidade. Sou o furacão dos dias mansos e a brisa das trovoadas. Gosto dos detalhes e dos temperos fortes. Tudo o que eu faço na minha vida, faço com supremacia. Onde escrevo: o Viajante das Letras e o Vegano Recifense. 🌲 🌳 🌴

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Laços atemporais

Não tenho para onde fugir. Desde sempre quando falo de livro, em livro, com livro, meu coração transborda de amor e vício louco. Quando passo numa banca de DVDs não consigo deixá-la de lado. Tenho que ir, ver, comentar, compartilhar, abraçar. Esta categoria representa tudo o que implica a minha mais alta motivação. Sou bibliófilo, cinéfilo de carteirinha. Passo horas em pé na livraria e perco a noção do tempo. Falar de coisas boa me dá combustível para viver e esta categoria está recheada de presentes bons. Saiba mais aqui.

Festim enigmático

Sempre estou em festa quando falo sobre tecnologia, relacionamentos, inspirações, etc. É isto o que esta categoria representa. Queria um nome que representasse festa, ao mesmo tempo que me inspirasse e a palavra "enigmático" cai como uma luva. Trata de uma euforia que não consigo ignorar. Saiba mais aqui.

Atauúba atiaîa

Eu estava procurando uma maneira de homenagear os povos indígenas de alguma forma no meu blog. Pouquíssimas pessoas sabem, mas recentemente descobri que tenho descendência indígena de bem próxima o que me deixou mais apaixonado e agradecido ainda. Procurei algo mais geral, pois é sabido que há inúmeras tribos espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. Procurei algo em tupi guarani (língua em que o nome da categoria está escrita) e achei a combinação de duas palavras. Atauúba (flecha incendiária) Atiaîa (raio de luz que reflete luminosidade). O termo Atauúba atiaîa significa a modo grosso "flecha incendiária de luz" e é tudo o que esta categoria representa para mim quando falo de organização, estudos, etc. É uma maneira mínima de honrar nossos irmãos indígenas ainda hoje tão maltratados, perseguidos e injustiçados. Saiba mais aqui.